Sport visita Central no início da briga pelo terceiro lugar do Campeonato Pernambucano
Foto: Divulgação/FPF

A decisão do 3º lugar do Campeonato Pernambucano coloca frente a frente SportCentral, os dois primeiros colocados no Hexagonal Final. Alvinegros e rubro negros medem forças nesta quarta-feira (29), às 20h, no estádio Luiz Lacerda, brigando por uma vaga na próxima edição da Copa do Nordeste.

A Patativa chega abatida depois de ser derrotada em duas ocasiões para o Santa Cruz. No primeiro jogo, no Arruda, 4 a para os tricolores, que também venceram a partida de volta por 2 a 0. O Leão, por sua vez, vem ferido e buscando se recuperar após ser eliminado para o Salgueiro nas semifinais, com um placar de 3 a 1 no agregado para os sertanejos.

No Hexagonal do título, caruaruenses e recifenses se enfrentaram por dois jogos e cada equipe saiu com uma vitória. Pela 5ª rodada, o time rubro negro venceu por 1 a 0 na Ilha do Retiro. Em seguida, os centralinos deram o troco e triunfaram pelo mesmo placar em jogo que marcou a única derrota do time da capital na primeira fase.

Central busca vaga inédita no Nordestão

Mesmo com a fraca atuação nas duas partidas das semifinais, o time de Caruaru procura se reabilitar e ter uma boa atuação diante do Sport, que também está abalado após ser eliminado da final. Para aproveitar a má fase do adversário, os alvinegros precisam se impor dentro das quatro linhas.

Por outro lado, o técnico Humberto Santos terá alguns problemas para escalar a equipe, principalmente no setor defensivo. O comandante só poderá contar com um jogador de origem para a posição, o zagueiro Sinval. No jogo contra o Santa Cruz, a Patativa perdeu os defensores Mattia Binatti - lesionado ainda no primeiro tempo - e Éverton, expulso. 

Mesmo assim, existe uma esperança do retorno de André Lima, que segue em transição do Departamento Médico para o treino físico por causa de uma lesão no joelho esquerdo. O comandante está preocupado com as ausências no setor, mas ainda tem esperanças de contar com o atleta para o confronto.

“Desde que cheguei o sistema defensivo é minha preocupação devido ao limite de atletas à disposição. Esperava contar com a volta do André lima, vou aguardar até a hora do jogo. Ainda tenho esperanças que ele possa participar para termos uma defesa mais inteira e fazer o dever de casa no primeiro jogo. Se não, vou ter que improvisar, mas é ter tranquilidade”, enfatizou.

O grande problema centralino será a falta de pagamento dos salários dos jogadores, que inclusive, ameaçaram não entrar em campo no duelo ante o Leão. O imbróglio contou com uma greve dos atletas, que ficaram sem treino na véspera e sem concentração para o primeiro jogo da decisão.

Vitória é tida como obrigação para o Sport

Depois da eliminação histórica contra o Salgueiro, restaram aos rubro negros a disputa por uma vaga na Copa do Nordeste de 2016. Agora, a equipe precisará voltar a vencer para tentar apagar a má impressão deixada no início de temporada e fazer as pazes com o torcedor leonino.

Para o confronto, o comandante Eduardo Baptista terá a ausência de Vitor, que está suspenso após receber cartão amarelo. Com Neto Moura sentindo dores musculares, o treinador não sabe se poderá contar com o volante ou se escalará Wendel e, além disso, também tem dúvidas no setor ofensivo.

“Não vou passar o time porque tenho algumas dúvidas. A única definição é que Oswaldo joga no lugar de Vitor. Se não puder contar com Neto, que está com dor, coloco Wendel. Ainda vou olhar o jogo do Central contra o Santa Cruz para analisar outras situações de jogo e passar para os atletas”, disse Eduardo.

Decepcionado pela eliminação no final de semana, o zagueiro Ewerton Páscoa  disse que o time tem a obrigação de vencer e ficar com o terceiro lugar. De acordo com o defensor, as eliminações na Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano são um reflexo da falta de regularidade da equipe no início do ano. 

“Considero uma obrigação vencer o Central. Queríamos o título e agora o que sobrou foi a terceira colocação. Não podemos deixar escapar essa vaga na Copa do Nordeste. O Sport não pode ficar fora dessa competição”, destacou. 

VAVEL Logo