Richarlyson tem lesão no joelho confirmada e ficará seis meses longe dos gramados
Volante lesionou o jolho direito em treino, e recuperação deve durar seis meses (Foto: Divulgação/Chapecoense)

Fora das finais do Campeonato Catarinense 2015 depois de empolgar no início da competição, a Chapecoense recebeu mais uma notícia ruim no início da semana. Carlos Henrique Mendonça, médico do clube, confirmou a lesão no joelho direito de Richarlyson durante o treino da última sexta-feira (24).

Em entrevista ao Globoesporte.com, o médico explicou mais sobre a lesão do volante e afirmou que uma cirurgia deverá ser realizada assim que o local desinchar, provavelmente daqui a duas semanas.

É uma lesão que necessita do procedimento cirúrgico: ligamento cruzado anterior, ligamento colateral medial e menisco medial do joelho direito. Antes da cirurgia precisamos que o joelho volte ao normal, pois agora está inchado e não podemos operar assim, corre o risco de ter algum problema. Depois disso, o período de recuperação é de seis meses”.

Richarlyson foi contratado como aposta para o Campeonato Catarinense no fim de janeiro, depois de chegar a anunciar sua aposentadoria ao término do Campeonato Brasileiro do ano passado e atuar pela equipe de vôlei amadora de Taquarituba. Em sua estreia, a Chapecoense venceu o Avaí na Ressacada por 1 a 0, mas ao longo do estadual o desempenho do volante acabou sendo abaixo do esperado. Agora, além disso, Richarlyson está praticamente fora da disputa pela Copa do Brasil e é o primeiro desfalque do clube para a disputa da Série A do Brasileirão, já que deve readquirir condições de atuar somente nas últimas rodadas da competição.

Logo após ter a notícia da lesão confirmada, Richarlyson concedeu entrevista à rádio Super Condá, de Chapecó, e se mostrou confiante na possibilidade de voltar a jogar em 2015. “É um tempo grande, mas ainda acredito que se a gente operar e começar um tratamento rapidamente, fico pronto até o começo de novembro. Ainda teria esse último mês para que eu pudesse estar apto a jogar. Agora tem que fazer as coisas devagar e direitinho.

Richarlyson chegou a ser convocado por Dunga para defender a Seleção Brasileira em 2008, depois de ser campeão da Taça Libertadores e do Mundial Interclubes em 2005, e tricampeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008 pelo São Paulo. Vestindo a camisa do Atlético-MG, o volante foi novamente campeão da Libertadores em 2013, e chegou à Chapecoense sem custos depois de defender o Vitória por seis meses e não renovar seu contrato ao fim da temporada passada.

VAVEL Logo