Sérgio Soares concentra atenções na final do Baiano após perda do título da Copa do Nordeste
(Foto: Divulgação/Bahia)

A derrota para o Ceará por 2 a 1, na final do Campeonato do Nordeste, abateu o ânimo dos jogadores. O time, invicto na competição regional, acumulou a terceira derrota consecutiva na temporada. Além dos dois confrontos ante o Alvinegro de Porangabuçu, o Tricolor foi derrotado de forma incisiva pelo Vitória da Conquista, na primeira partida da decisão do Campeonato Baiano.

Em vista disso, o técnico Sérgio Soares afirmou que o time não deve perder o espírito de luta, apesar de não ser bom perder um campeonato. O comandante do Esquadrão de Aço alerta que o foco agora é o jogo do domingo, para saber quem é a melhor equipe do estado da Bahia na temporada 2015.

“O grupo tem condições de levantar a cabeça neste momento difícil para que nós tenhamos condições de reverter e conquistar o título estadual no domingo. É lógico que uma não conquista de título é muito sentida. Era uma situação que nós queríamos muito. Mas temos três dias para trabalhar. Teremos que ter a cabeça no lugar para conquistar esse título”, afirmou Sérgio Soares.

Incidentes antes da decisão geraram polêmica. Segundo a diretoria do clube, a escolta policial errou o trajeto e o clube chegou mais tarde que o previsto, o que culminou no atraso de 15 minutos no início da partida. Questionado sobre esse tema, o treinador afirmou que essa situação não prejudicou o emocional do grupo.

“É difícil falar se o lado emocional atrapalhou, mas isso é normal, não vejo nada de anormal. É um grupo que tem que se acostumar com jogos decisivos. O Ceará, por exemplo, já vem de jogos decisivos nos anos anteriores e hoje foi campeão”, concluiu o técnico.

Quem também concedeu entrevista coletiva à imprensa após o jogo foi o presidente do clube, Marcelo Sant’Ana. O mandatário afirmou que vai procurar saber o motivo da queda brusca de rendimento nos últimos 10 dias, além de buscar alternativas para restabelecer o ânimo da equipe após a derrota culminante no terceiro vice-campeonato regional.

“Temos que entender o que aconteceu com a gente nos últimos 10 dias. Foram placares fora da nossa expectativa. Refletir e olhar o que errou. É o início de um longo trabalho. Estamos reconstruindo um clube, trilhando um novo caminho, que até aqui vem me agradando”, explicou o presidente do clube.

Outro que falou com os repórteres foi o zagueiro e capitão Titi. Ainda no gramado, triste pela perda do campeonato, o defensor afirmou que deve ser exaltado o trabalho. Em um processo de reconstrução após o rebaixamento para o Campeonato Brasileiro da Série B, chegar a uma decisão regional quatro meses depois é prova do potencial do grupo, de acordo com o atleta. “Nós temos que exaltar o que foi feito até agora. Foram quatro meses de um bom trabalho. Devemos exaltar o trabalho de Sérgio Soares e seguir evoluindo para o restante do ano”, disse Titi.

VAVEL Logo