Zagueiro Luan mira título do Carioca e exalta Vasco: "É tudo para mim"
Foto: Marcelo Sadio/Vasco

O zagueiro Luan pode ter um belo avanço em sua carreira nesta semana, já que o Vasco enfrentará o Botafogo no próximo domingo, pela final do Campeonato Carioca. O defensor cruzmaltino tem total noção de que pode devolver a hegemonia do futebol carioca ao Clube da Colina.

Para garantir o titulo, o clube precisa de apenas um empate, já que na partida de ida, na semana passada, venceu o rival pelo placar de 1 a 0. Caso o título venha, será o primeiro de Luan como profissional.

“Nunca conquistei títulos no profissional, mas isso não irá me atrapalhar. Fui preparado aqui dentro para isso. Trabalhei com profissionais qualificados e que me preparam para viver momentos como esse. Jogador fica marcado pelas vitórias, pelas conquistas. Quero deixar minha marca, meu nome na história do clube, mas para isso tenho que pensar jogo a jogo. Temos um jogo difícil pela frente”, destacou o defensor. 

Luan ainda comentou sobre a grande procura por ingressos por parte da torcida do Vasco e afirmou que isso não o surpreendeu. O Capixaba conhece bem a força da torcida vascaína, já que está em São Januário desde os 13 anos de idade. Mas apesar de apoiar a confiança dos torcedores, o jogador preferiu rechaçar qualquer clima de festa antecipada.

“Estou aqui há nove anos e conheço bem essa torcida. Sei que todos são apaixonados e querem muito esse título. Festa é do lado de fora, dentro de campo é uma guerra. Ficamos felizes sabendo que a torcida está confiando em nosso futebol, mas vamos entrar em campo ligados. Não tem nada ganho, pois o Botafogo tem um bom time. Se a gente for pensar apenas na conquista, esquecendo assim o jogo, podemos nos dar mal”, afirmou o jogador.

O camisa 4 comentou também sua parceria com Rodrigo, o xerifão da zaga vascaína. Com os dois em campo, o time sofreu apenas 2 gols nesta temporada. Luan espera poder barrar o ataque botafoguense no domingo, além de poder retribuir aos vascaínos todo o amor dado a ele.

“O Vasco é tudo para mim. É minha casa, minha primeira casa, pois passei minha juventude inteira aqui. Vivi muita coisa aqui dentro. A única maneira que eu tenho de retribuir tudo que foi feito é ajudando o clube a conquistar esse campeonato. Em relação ao Rodrigo, posso dizer que aprendo bastante com ele. Trabalho com ele faz um ano e meio. O admiro como jogador e pessoa. É um amigo que tenho aqui dentro. Ele me ajuda bastante”, concluiu Luan. 

VAVEL Logo