Grêmio 2015: com os pés no chão

Campeão nacional em duas oportunidades, o Grêmio chega para o Brasileirão de 2015 depois de fracassada tentativa de disputar a Libertadores desse ano. O Tricolor perdeu peças importantes da campanha do ano passado, como os atacantes Barcos e Dudu e o lateral-esquerdo Zé Roberto. O atacante Marcelo Moreno, que voltou no início da temporada de empréstimo junto ao Cruzeiro acabou acertando com o futebol chinês no decorrer do Campeonato Gaúcho.

Para a reposição, a direção acabou buscando jogadores que se encaixassem na realidade financeira do clube, além de dar mais oportunidades para os atletas da base. Entre os sete jogadores contratados esse ano, se destacam os uruguaios Braian e Cristian Rodríguez e o meio-campista Maicon.

2014 e a volta de Felipão

O torcedor gremista viu o começo da temporada passada com certa desconfiança. Contando com um elenco com menos estrelas em relação ao ano anterior, o Grêmio acertou com técnico Enderson Moreira, que estava no Goiás. O Tricolor viu o maior rival levantar a taça do Gauchão, e apesar de grande campanha na 1º fase da Copa Libertadores, onde fazia parte do que era considerado o “grupo da morte” da competição, foi eliminado nas oitavas-de-final para o San Lorenzo.

Tais resultados abalaram a confiança no treinador Enderson Moreira. O técnico comandou a equipe por 12 rodadas no Campeonato Brasileiro, quando pediu demissão após derrota para o Coritiba por 3 x 2. Em pouco menos de 7 meses no comando do time, Enderson saiu com aproveitamento de 59, 04%, deixando o Grêmio na 10º colocação. Na partida seguinte, contra o Vitória, o Tricolor foi comandado pelo interino André Jardine.

Procurando um nome forte no mercado para substituir Enderson, a direção tricolor acabou acertando com o técnico Felipão, que fechou com o Grêmio apenas 15 dias após deixar o comando da Seleção. O técnico voltou ao time Porto Alegrense depois de 18 anos treinando equipes mundo a fora.

No decorrer dos jogos, Scolari foi arrumando a defesa do time. O Grêmio chegou a ficar 8 jogos sem sofrer gols, e acabou o campeonato como defesa menos vazada. O time lutou boa parte do campeonato para chegar ao G-4. No entanto, a derrota no confronto direto contra o Corinthians, na 16º rodada, acabou afastando o tricolor dos quatro primeiros colocados. Na última rodada, em jogo ante o Flamengo, o Grêmio entrou em campo sem chances matemáticas de chegar a Libertadores.

Tricolor nos pontos corridos: Rebaixamento e Libertadores

As melhores participações do Grêmio no Campeonato Brasileiro foram em 1981 e 1996, ainda sob o sistema de mata-mata. Na era de pontos corridos, o Tricolor ainda não conseguiu quebrar a hegemonia Rio-São Paulo, que conquistou nove campeonatos de forma consecutiva.

As melhores campanhas do Grêmio no novo formato foram em 2013 e 2008, quando o time acabou como vice-campeão. Em 2008, o time chegou a ser líder com 8 pontos de diferença em relação ao vice-colocado, mas deixou o título escapar. Em 2013, após a chegada de Renato Gaúcho como técnico, o Tricolor conseguiu uma boa série de vitórias que ajudaram a colocar o Grêmio na Libertadores do ano seguinte.

Por outro lado, a pior campanha da equipe na era de pontos corridos foi no ano de 2004, quando foi último colocado da competição. Rebaixado quando ainda faltavam três jogos para o fim do campeonato, o time foi comandado por quatro técnicos diferentes no decorrer da competição. A equipe encerrou o campeonato de forma melancólica, perdendo 3 jogos consecutivos.

Outro Brasileirão a ser lembrado pelos gremistas é o de 2006. Contando com nomes como os do garoto Lucas Leiva e o experiente Tcheco, o Tricolor chegou desacreditado da segunda divisão. Sob o comando de Mano Menezes, o time encerrou o campeonato na 3º colocação, conquistando vaga na Libertadores do ano seguinte.

Ano Colocação Pontos Jogos Vitórias Empates Derrotas Classificação
2014 61 38 17 10 11 Sul-Americana
2013 65 38 18 11 9 Libertadores
2012 71 38 20 11 7 Libertadores
2011 12º 48 38 13 9 16 Sul-Americana
2010 63 38 17 12 9 Libertadores
2009 55 38 15 10 13 Sul-Americana
2008 72 38 21 9 8 Libertadores
2007 58 38 17 7 14 Sul-Americana
2006 67 38 20 7 11 Libertadores
2005
2004 24º 39 46 9 12 25 Rebaixado
2003 20º 50 46 13 11 22 Sul-Americana

Destaques

Douglas

Jogador que já vestiu a camisa Tricolor de 2010 até 2012, Douglas volta ao Grêmio após temporada no Vasco. É visto com desconfiança por alguns torcedores, principalmente por suas atuações irregulares. Jogador de passe qualificado, é importante na bola parada ofensiva.

Marcelo Grohe

Um dos melhores goleiros do Brasileirão 2014, Marcelo Grohe está nos profissionais do Tricolor desde 2005, mas apenas na temporada passada se firmou como titular. Operando milagres no Campeonato Brasileiro, teve seu trabalho reconhecido e foi convocado pelo técnico Dunga para defender a Seleção Brasileira em amistosos contra Japão e Argentina. No início de 2015, foi novamente convocado.

Cristian “Cebolla” Rodríguez

Jogador que participou da última Copa do Mundo pela seleção uruguaia, Rodríguez chega como a principal contratação do Grêmio para a temporada. Cebolla é o jogador uruguaio mais vencedor da história. Em toda carreira profissional, conquistou 17 títulos como profissional. Entre os que se destacam estão a Copa América 2011, a Liga Europa e o Campeonato Espanhol.

Defesa consistente e novas opções na frente

O Tricolor ganhou destaque nas últimas competições que disputou pela solidez do seu sistema defensivo. Liderada por Marcelo Grohe e Rhodolfo, a equipe já emplacou boa sequência de jogos sem ser vazada na atual temporada. Outro nome importante da defesa gremista é o equatoriano Erazo. Vindo do Flamengo, o jogador fez atuações irregulares nos primeiros jogos, mas aos poucos foi se firmando entre os titulares. É importante também na bola parada ofensiva, chegando inclusive a marcar pelo Tricolor no Estadual.

Peças da defesa Gremista, o argentino Matias Rodríguez e o polivalente Marcelo Oliveira não se limitam a ajudar a equipe apenas lá atrás. Matias, que ano passado apresentava boas atuações na parte defensiva, ganhou mais liberdade para atacar e aparece com frequência na parte ofensiva do campo. Já o jogador vindo do Palmeiras, desempenhou diversas funções pelo Tricolor no Gauchão e também se aparece na frente, principalmente para finalizar.

O meio-campo gremista ganhou os reforços de Douglas, Maicon e Cristian Rodríguez para 2015. Maicon se juntou ao elenco no decorrer do Gauchão, depois de viver momento ruim no São Paulo. O jogador pode desempenhar diferentes funções no meio-campo Tricolor. Giuliano é outro nome importante do setor. O jogador se recuperou de lesão que o afastou de boa parte da temporada passada, e aos poucos vai se firmando entre os titulares da equipe, fazendo gols e deixando os companheiros em condições de marcar.

Depois de perder os atacantes Barcos e Marcelo Moreno, o Tricolor trouxe como reposição o uruguaio Braian Rodríguez. O jogador de 1,93 pode vir a ser importante na bola aérea. Porém, já mostrou nos outros clubes que defendeu que também sabe jogar com a bola nos pés. Atleta de muito entrega, tem ao seu lado a presença do garoto Luan. Contestado no início da temporada, o jovem passou a atuar de forma mais regular, e dá passos importantes para se consolidar entre os titulares de Felipão.

2015: Esperança e pés no chão

Contando com um elenco com menos estrelas em relação aos anos anteriores, o Grêmio começou o a temporada com os pés no chão. Tendo um olhar especial para a realidade financeira do clube, a direção não fez contratações de impacto. Além disso, o começo de 2015 serviu para que atletas da base, como os garotos Araújo, Júnior e Lincoln ganhassem experiência na equipe profissional.

Alternando bons e maus momentos no campeonato gaúcho, o pior momento do Tricolor na competição foi após a derrota para o Veranópolis, que até então lutava para sair da zona de rebaixamento do certame. Foi a segunda derrota consecutiva na Arena, já que poucos dias antes a equipe havia perdido para o Brasil de Pelotas.

Porém, depois dos resultados negativos, o grupo reagiu e chegou a 7 jogos sem perder, conquistando assim a ponta de cima da tabela. Contando com as atuações sólidas da defesa o Tricolor sofreu apenas 1 gol no período supracitado (da 5º até a 12º rodada do Campeonato Gaúcho).

Além disso, reforços como os uruguaios Braian e Cristian Rodríguez e o volante Maicon começaram a ganhar oportunidades e conquistar seu espaço entre os titulares. O zagueiro Pedro Geromel e o volante Ramiro se recuperaram de lesão que os afastou do início da temporada e retornam para dar mais opções para Felipão.

Se no começo do ano muitos torcedores faziam previsões pessimistas para o restante da temporada, aos poucos o tom do discurso começa a mudar. Contando com o ingresso dos novos reforços e um elenco mais qualificado, o torcedor Tricolor aos poucos começa a ver com mais otimismo a participação do Grêmio nas competições nacionais.

Um dos objetivos da equipe é conquistar a taça de Campeão Gaucho, principalmente por o maior rival estar dividindo suas atenções entre o certame estadual e a Copa Libertadores. Apesar da evolução, a equipe ainda se encontra abaixo em relação aos principais elencos do país.

Arena

O novo estádio tricolor foi inaugurado em 2012. Na ocasião, o Grêmio recebeu em partida amistosa o alemão Hamburgo e venceu por 2 x 1, repetindo o placar de 1983, quando o time gaúcho se sagrou campeão mundial. O primeiro gol no estádio foi marcado pelo atacante André Lima.

A nova casa Tricolor tem capacidade para receber 60.540 torcedores. O maior público no estádio foi em partida contra o San Lorenzo, válida pelas oitavas- de- final da Copa Libertadores, quando 47.244 gremistas acompanharam a eliminação da equipe para os argentinos. O 2º maior público foi em partida contra o São Paulo, pelo campeonato Brasileira de 2014. Na ocasião, o Grêmio vinha de uma grande sequência de jogos sem perder, quebrada pelo Tricolor paulista que venceu por 1 x 0.

Uma questão importante que envolve o estádio, é no que se refere a compra de sua gestão. A OAS Arenas é responsável pela atual gestão da Arena. Entretanto, o vice-presidente Tricolor Fábio Koff já deu declarações otimistas em relação a compra do estádio. Porém, o avanço das tratativas é prejudicado pela investigação da Polícia Federal na Operação Lava Jato, já que a OAS é uma das investigadas.

Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Fundação:15 de setembro de 1903

Mascote: Mosqueteiro

Títulos: Tetracampeão da Copa do Brasil(1989, 1994, 1997, 2001), Bicampeão da Copa Libertadores (1983, 1985),Campeão Mundial Interclubes(1983), Bicampeão Brasileiro (1981, 1996), 36 vezes campeão Gaucho, Campeão Recopa Sul-Americana (1996), entre outros títulos.

Campanha no Brasileirão 2014: 7º colocação

Expectativa para o Brasileirão 2015: Vaga na Copa Sul-Americana

VAVEL Logo