Com boa vantagem, Sport enfrenta Central na última rodada do Pernambucano
(Foto: Léo Lisboa/FPF)

Sport e Central entram em campo na tarde deste sábado para definir quem será o terceiro lugar do Campeonato Pernambucano 2015. O segundo confronto entre as equipes está marcado para às 16 horas, na Ilha do Retiro, em Recife. No primeiro duelo, o rubro-negro não tomou conhecimento e aplicou uma goleada por 5 a 0 em pleno mando de campo da equipe alvinegra.

Por isso, ao Leão cabe até a derrota por quatro gols que a equipe garante a terceira colocação no campeonato. Para conseguir o posto, a equipe do Agreste precisa vencer por seis gols de diferença. Nova vitória por cinco gols leva a disputa para as penalidades máximas. Ao Sport, está em jogo uma vaga no Campeonato do Nordeste 2016. Para o Central, além do Nordestão, uma vaga na Copa do Brasil da próxima temporada também está no páreo.

Prioridade do Sport: questão física dos atletas

A elástica vitória sobre o Central deu várias possibilidades ao técnico Eduardo Baptista. O que fazer no jogo deste sábado? Pôr equipe reserva? Analisar novas formações? Ou encarar com a mesma seriedade? Para o treinador rubro-negro, o time vai manter a determinação, mas a condição física dos atletas certamente será levada em consideração.

“Temos alguns problemas para resolver. A fisiologia nos falou de alguns jogadores com cansaço, como Renê e Joelinton, mas, se nada acontecer, repetiremos o time que jogou na quarta-feira”, afirmou Eduardo Baptista, que deixou a responsabilidade da manutenção do time titular sob o departamento de fisiologia.

Além do lateral-esquerdo Renê e do atacante Joelinton, outro que pode ser poupado é o volante Wendel. A próxima semana é de muita importância ao time leonino, devido ao primeiro confronto ante a Chapecoense, pela Copa do Brasil, e a estreia no Campeonato Brasileiro da Série A, contra o Figueirense.

Em total desvantagem, Central analisa atletas para Série D

A boa campanha no Campeonato Pernambucano, ainda que tenha sofrido duas goleadas em três jogos nas fases mais decisivas no estadual, o Central está garantido no Campeonato Brasileiro da Série D. O time enfrenta o Sport nesta tarde, mas pensa a longo prazo, já de olho na competição nacional.

Isso ocorre principalmente por causa da confirmação de Humberto Santos como treinador da Patativa no Brasileirão. O técnico iria comandar a equipe apenas nos últimos três jogos do Pernambucano, mas acertou a manutenção no cargo até a Série D. Mas isso aconteceu após vários esclarecimentos junto à diretoria.

“Passei para a diretoria que algumas coisas deveriam melhorar. Desse grupo, devem ficar apenas uns doze atletas para a Série D. Depois do meu acerto, me manifestei no vestiário que já vou usar essa partida como laboratório. Temos que nos despedir com dignidade e honrar a camisa. Vou utilizar o jogo para ter certeza de que alguns jogadores podem permanecer ou não. É isso que vou usar como motivação para conseguirmos um bom resultado”, explicou Humberto Santos.

Para o confronto ante o Leão da Ilha, a Patativa do Agreste conta com o retorno do zagueiro André Lima, que havia lesionado o ligamento colateral medial do joelho esquerdo há mais de 30 dias. Por outro lado, não compareceram ao treino final e, consequentemente, não viajaram ao Recife o zagueiro Éverton e o volante Fernando Pires.

VAVEL Logo