Após título, torcedores de Fortaleza e Ceará promovem guerra campal no gramado do Castelão
Foto: Reprodução/Twitter

Neste domingo (3), várias decisões estaduais aconteceram no Brasil, entre elas a final do Campeonato Cearense, com os rivais Fortaleza e Ceará disputando o título. Em uma partida extremamente emocionante, decidida com um gol a minuto do fim, o tricolor se sagrou campeão cearense de 2015, encerrando um jejum de quatro anos sem ser campeão.

A partida foi bem emocionante e disputada até o fim, mas o que marcou mesmo foi o pós-jogo, quando a torcida do Fortaleza, exaltada com o título do clube sobre o rival, invadiu o campo para comemorar com os jogadores, e aí começou toda uma baderna.

Alguns torcedores do tricolor foram para o outro lado das cadeiras para provocar a torcida alvinegra, que ainda "estressada" com a perda do título, aceitou a provocação e partiu para cima de uma parte dos torcedores, causando um tumulto generalizado.

Cadeiras, ferros, placas de publicidade. Esses foram alguns dos objetos utilizados por ambas as torcidas. Depois de todo o tumulto, guardas entraram em campo e conseguiram cessar a banderna no gramado, fazendo com que a torcida alvinegra fosse embora, já que o time perdedor iria embora antes. A torcida do campeão, Fortaleza, foi "segurada" para não continuar provocando os torcedores rivais.

Não se sabe ainda se só Ceará, ou só Fortaleza, ou até ambos serão suspensos. A Federação Cearense de Futebol (FCF) verá vídeos sobre o caso para identificar todos os vândalos que participaram da "guerra". Provavelmente, Ceará e Fortaleza serão punidos com mandos de campo, mas vale lembrar que os dois ainda tem estádios "próximos" para jogar, como o Domingão, em Horizonte. O Presidente Vargas não deverá ser utilizado, já que trata-se de um estádio da capital.

Nos próximos dias tudo será esclarecido sobre o ocorrido. Com guerra ou não, foi uma grande partida. Com emoção até o fim. Parabéns ao Fortaleza Esporte Clube pelo título.

Jogadores e torcedor comemoram título estadual após quatro anos (Foto: Repdrodução/Twitter)
VAVEL Logo