Campeões estaduais, Atlético-MG e Internacional duelam pelas oitavas da Libertadores
Foto: Alexandre Lops/Internacional

Nesta quarta-feira (6), na Arena Independência, às 22h, Atlético Mineiro e Internacional começam a decidir qual brasileiro avança na Libertadores da América, em confronto de ida das oitavas de final do torneio sul-americano. Motivadas, as equipes conquistaram seus respectivos campeonatos estaduais no último domingo (3).

O Galo mineiro, mandante do primeiro duelo entre os clubes, conquistou o campeonato de Minas Gerais ao vencer a Caldense. Já o Colorado bateu o rival Grêmio por 2 a 1 para conquistar o pentacampeonato gaúcho. Na Libertadores, o Inter foi o 3º melhor na classificação geral e o Atlético foi somente o 5º melhor entre os segundos colocados dos grupos.

Para sair em vantagem nas oitavas, Pratto é a esperança dos atleticanos

O Atlético Mineiro começa a decidir o mata-mata jogando no Horto, palco das principais vitórias na conquista da Libertadores em 2013. Neste ano, o Galo terminou em 2º lugar do grupo 1, com uma classificação apertada, adquirida somente na última rodada da chave. Recuperado do drama pela vaga às oitavas, o título mineiro veio a calhar para motivar o elenco do técnico Levir Culpi.

Eleito o melhor jogador do Campeonato Mineiro, o atacante Lucas Pratto se adaptou a Belo Horizonte e está motivado em busca de mais uma conquista. No jogo contra o Inter, ao seu lado, ele pode contar com a presença de outro atacante, Jô, que marcou o gol decisivo no título sobre a Caldense na final do último fim de semana.

Apesar de ambos possuírem a mesma função, Pratto não vê problema em atuar com o outro avante no ataque do Galo. "Existe a possibilidade, mas quem decide isso é o treinador. No Vélez, eu já atuei saindo um pouco mais da área e muitas vezes eu faço isso para buscar o jogo."

Outro jogador da frente, Luan avalia que será um confronto complicado diante do Internacional. Ele busca inspiração e confiança em outros triunfos em seus quase três anos de atleticano. "Creio que teremos mais espaço contra o Inter do que tivemos contra a Caldense. Vai ser um jogo muito difícil. Por mais que a gente não tenha feito uma primeira fase das mais convincentes a gente sabe que no mata-mata nosso time cresce."

No Inter, lesões tiram jogadores importantes do duelo

Após a conquista do Campeonato Gaúcho, ao vencer novamente o rival Grêmio na final, o saldo negativo do último domingo são as baixas de dois atletas que atuaram na decisão do Beira-Rio.

O lateral Geferson e o atacante Nilmar sequer viajaram para Minas Gerais com o restante do grupo. O problema do lateral-esquerdo é o joelho direito. Já o atacante sente lesão no músculo adutor da coxa. Os substitutos prováveis para o técnico Diego Aguirre são Alan Ruschel e o atacante argentino Lisandro López.

Sem descanso após a conquista do penta estadual, os titulares trabalharam com corridas em volta do gramado. Os reservas realizaram atividade em campo reduzido pela tarde de segunda-feira, antes da viagem a Belo Horizonte.

Entre discursos de respeito e provocações, os colorados chegam para mais uma disputa de mata-mata, em busca do tricampeonato da Libertadores. O capitão D'Alessandro teceu elogios ao Atlético Mineiro. "Serão dois jogos difíceis. O Galo foi o último brasileiro campeão, tem um time rápido e forte. Trouxe o Pratto, que é excelente jogador."

Já o ex-presidente colorado, Fernando Carvalho não resistiu e entrou na onda de provocações ao relembrar tempos de grenalização. "Victor sempre tremeu diante do Inter", declarou Carvalho, sobre a época em que o goleiro atleticano vestiu a camisa do Grêmio.

O direito de resposta do arqueiro Victor ao ex-dirigente colorado foi o seguinte: "Falar, até papagaio fala", declarou o titular do Galo. Qual das provocações sairá por cima, ainda não se sabe. A única certeza é de um grande duelo de 180 minutos entre Atlético Mineiro e Internacional, pelas oitavas da Libertadores.

VAVEL Logo