Sport goleia Figueirense na Ilha do Retiro e assume liderança na rodada inicial do Brasileirão
(Foto: Divulgação/FPF)

Um show na estreia. Uma ótima exibição no primeiro jogo do Campeonato Brasileiro 2015. Regidos por Diego Souza, o Sport venceu, convenceu e goleou o Figueirense por 4 a 1 na tarde deste domingo (10). O confronto foi realizado na Ilha do Retiro, em Recife. Com o resultado, os rubro-negros ficaram na primeira posição do campeonato, e os alvinegros ocupam o penúltimo lugar.

A próxima rodada da competição nacional acontece no próximo fim de semana, e as equipes disputam seus jogos no próximo domingo (17). O Figueirense recebe o Vasco às 11 da manhã, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, enquanto o Sport enfrenta o Flamengo às 16 horas, no Maracanã. Porém, antes, os times têm jogos decisivos pela segunda fase da Copa do Brasil. O Figueira mede forças contra o Avaí, enquanto o Leão joga contra a Chapecoense.

Sem dificuldades, Sport inicia goleada no primeiro tempo

O Figueirense entrou em campo com os reservas, uma vez que o foco da equipe no momento é o confronto ante o rival Avaí, pela Copa do Brasil. Em vista disso, os suplentes tiveram a missão de conseguir pontos importantes em casa. Mas o Sport veio determinado a conquistar um bom resultado e começar com o pé direito no Brasileirão.

Logo no primeiro minuto, o goleiro do Figueira Luan Polli fez duas providenciais intervenções. Na primeira, Joelinton ficou frente a frente com o arqueiro e encheu o pé, mas o arqueiro fez a defesa. No lance seguinte, Diego Souza cobrou falta, Durval desviou de cabeça e Polli defendeu no canto.

Os visitantes tentaram dar a resposta aos 16 minutos, mas o atacante já estava em impedimento após tirar Magrão da jogada e colocar a bola nas redes. A partir daí o domínio dos mandantes ficou ainda mais evidente. E a goleada logo foi construída. Aos 19 minutos, após cobrança de falta, o zagueiro Matheus Ferraz subiu sozinho e desviou para o gol. O Figueirense apresentava enormes dificuldades. O time era lento na saída de bola, além da falta de entrosamento dos reservas.

Duas oportunidades consecutivas poderiam dar maior vantagem ao Leão da Praça da Bandeira, mas a bola não entrou. Aos 35 minutos, Samuel aproveitou cruzamento pela esquerda, matou no peito, chegou na cara do gol, mas mandou por cima. Em seguida, Matheus Ferraz deu excelente lançamento para o atacante, que aproveitou falha da defesa para acionar Élber. No entanto, o meia demorou a finalizar e a zaga afastou o perigo.

Total domínio leva à goleada do Leão

A etapa complementar foi ainda mais favorável ao time. Com vitória construída no primeiro tempo, aliada às dificuldades do oponente, ficou mais fácil administrar o resultado e concretizar a vitória. Aos cinco minutos, Diego Souza fez linda jogada, deixou Joelinton na cara do gol, mas a referência do ataque pernambucano desperdiçou a oportunidade; Luan Polli defendeu com os pés.

Aos 15 minutos, Diego Souza passou por muitos jogadores do Figueirense e foi derrubado na área. A arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, o camisa 87 cobrou com cavadinha. O goleiro Luan Polli esboçou reação para tentar defender, mas era tarde demais. Aos 22 minutos, o Figueirense ainda teve esperanças de buscar um resultado positivo. Everaldo mandou a bola na área e o lateral Renê fez gol contra ao tentar cortar o lance.

Após começar uma ligeira reação, com finalizações e pouco mais de posse de bola no setor ofensivo, outro pênalti acabou com as esperanças do Figueira. Aos 31 minutos, Bruno Alves deslocou Élber, que recebeu passe de Régis. Na cobrança, Diego Souza enche o pé e manda a bola à meia-altura.

Após as modificações promovidas pelos técnicos, o jogo caiu de qualidade técnica, mas ainda teve tempo para o Sport encontrar mais um gol e fechar a goleada. Aos 42 minutos, Régis tirou a bola da marcação, entrou na área e tocou no canto direito do goleiro Luan Polli, para animar o elenco na sequência da principal competição do país.

VAVEL Logo