Eutrópio afirma que atraso nos voos atrapalhou a Chapecoense: "Time chegou desgastado"
Apesar da derrota, comandante acredita que acertou na hora de colocar o time em campo. (Foto: Divulgação/Chapecoense)

Jogando na Ilha do Retiro, nesta quarta-feira (13), a Chapecoense enfrentou o Sport, tentando um classificação inédita à terceira fase na Copa do Brasil. Mas oss pernambucanos devolveram o 2 a 0 da partida de ida e alcançaram a vaga após vencer por 4 a 2 nos pênaltis.

O técnico da Chapecoense, Vinicius Eutrópio elogiou a postura da equipe e afirmou que faltaram alguns detalhes apra alcançar a vaga.“Num jogo como esse tem que ter competência de 100%, mas a gente foi apenas 90% competente. O Sport é uma excelente equipe. A gente fez um bom jogo, mas faltaram o detalhes. Que era ter tranquilidade e fazer o gol, para deixar o adversário desesperado”

Eutrópio também comentou sobre a atuação do juiz, mas preferiu não culpar a arbitragem pela eliminação. “O árbitro foi imparcial. O lance do pênalti eu não vi se foi ou não foi. É difícil falar. Não tem que transferir culpa para ninguém”, comentou Vinicius.

A Chapecoense sofreu para chegar à Recife durante a semana. Slguns vôos foram cancelados na segunda-feira, atrasando os compromissos do clube. A delegação fez uma viagem de 28 horas para chegar até o Recife. Eutrópio ressaltou que essas mudanças e atrasos atrapalharam o desempenho dos jogadores em campo. 

“Quando se chega a partidas decisivas, partindo de uma ideia de condições ideais. A gente saiu com dois dias de antecedência para dormir bem, descansar, se alimentar bem e treinar. Mas com os problemas que a gente teve, o time chegou aqui desgastado. Isso causou uma mudança do metabolismo. O ideal seria jogar quinta, mas não foi. Enfim, não adianta ficar reclamando, porque vai parecer choro de perdedor", explicou.

A Chapecoense volta a campo no próximo sábado (16), pela segunda rodada do Brasileirão. A partida contra o Corinthians, começa às 21h, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

VAVEL Logo