Jemerson marca duas vezes e Atlético-MG goleia Fluminense no Mané Garrincha
Foto: Divulgação/Atlético-MG

Neste domingo (17), em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG goleou o Fluminense por 4 a 1, em Brasília. Jemerson (2x), Dátolo e Luan marcaram para os atleticanos, enquanto Fred, de pênalti, descontou no fim.

Com o resultado, o Galo sobe sete posições e vai à vice-liderança da competição, com quatro pontos. A equipe carioca, por sua vez, fica no meio na tabela, em 11º.

Na próxima rodada, o Atlético-MG enfrenta o Atlético-PR, no domingo (24), às 16h, na Arena da Baixada. No mesmo dia e horário, o Fluminense recebe o Corinthians no Maracanã.

Supremacia atleticana no primeiro tempo

O jogo começou movimentado no Mané Garrincha. Punido com perda de mando de campo pelo STJD devido a confusão no clássico com o Cruzeiro no ano passado, o Atlético-MG  foi à Brasília disposto a esquecer eliminação da Libertadores e fez uma blitz no ínicio. Como consequência, o Galo abriu o placar logo aos seis minutos com Jemerson. Após cobrança de escanteio, ponto forte do time mineiro, o zagueiro ganhou no alto e colocou o Atlético em vantagem.

O Fluminense emboçou uma pequena reação após o gol, mas a superioridade era do Atlético-MG. Aos 18, quase o Galo marcou o segundo. Pratto deu assistência para Thiago Ribeiro, que recebeu livre, mas na hora do chute, Cavalieri salvou o Tricolor. Um minuto depois, mais Atlético: Pratto recebeu livre, chutou e a bola explodiu no travessão. A partir dos 30 minutos, o Tricolor começava a  pressionar a saída de bola do Atlético e conseguia equilibrar a partida.

Entretanto, o Galo explorava os espaços deixados pela defesa do Fluminense e chegava facilmente ao gol de Cavalieri. Aos 32 minutos,  Dátolo recebeu na entrada da área, arriscou e a bola estourou na trave. Superior na partida, o Atlético chegou ao segundo gol. Aos 36, Patric cruzou da ponta direita, Jemerson apareceu sozinho na área e marcou o segundo dele no jogo.

Atlético-MG não diminui ritmo e aplica goleada

Na volta para os segundo tempo, o técnico do Fluminense Ricardo Drubscky promoveu as entradas de Magno Alves, que retornou ao Flu após 13 anos, e de Wagner, nas vagas de Gerson e Pierre, respectivamente. O Tricolor ficou mais ofensivo, porém, era o Atlético que ainda ficava mais com a bola. Aos sete minutos, o Galo marcou o terceiro.  Pratto trombou com a marcação e a bola sobra para Dátolo, que soltou a bomba, sem chances para Cavalieri.

Após o gol, o Fluminense até tentava reagir, mas mostrava não ter forças. O Atlético, com ampla vantagem, se fechava e buscava explorar os contra-ataques. Aos 11, Carlos quase fez o quarto, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. A partir dos 20 minutos, com a entrada de Lucas Gomes, o Fluminense esboçou uma leve reação, com alguns chutes de fora da área, mas nada que ameaçasse o Galo.

Aos 35, o impiedoso Atlético-MG chegou ao quarto gol. Carlos avançou pela esquerda e cruzou para a área. Luan, sem marcação, só teve o trabalho de empurrar para as redes. No fim, Fred foi derrubado na área por Leonardo Silva, e marcou, de pênalti, o gol de honra do Fluminense no Mané Garrincha.

VAVEL Logo