Magrão passa por exame após luxação no ombro e desfalca Sport por 45 dias

Depois de realizar exames para verificar a gravidade na luxação do ombro, o goleiro Magrão teve a lesão confirmada. Uma notícia boa e uma ruim para o atleta foram dadas nesta segunda-feira. Por um lado, o jogador não vai precisar se submeter a intervenção cirúrgica para reparar o problema. Contudo, um dos principais jogadores da equipe pernambucana vai ficar longe dos gramados por 45 dias.

Segundo informações provenientes do diretor-médico do Sport, Stemberg Vasconcelos, um tratamento conservador será realizado, com imobilização no local lesionado. “O tratamento vai ser conservador e ele vai ficar duas semanas com o braço imobilizado para a cicatrização da região do ombro. Duas semanas depois, ele vai começar a fazer movimentação e em um mês ele começa a fazer musculação. Devemos liberá-lo em 45 dias”, explicou Vasconcelos.

O médico ainda explicou que a possibilidade de cirurgia foi logo descartada, uma vez que é a primeira vez que Magrão sofre uma lesão nessa região do corpo. “Foi o primeiro episódio de luxação de ombro dele. O exame vai servir de parâmetro porque, se o ombro sair mais uma vez, aí vamos ter o exame para comparar com o posterior. Mas, por ora, cirurgia não vai ter”, garantiu.

Em 10 anos como jogador do Sport – completado recentemente, e com 570 partidas disputadas com a camisa 1 do Leão da Ilha do Retiro, Magrão ficou ausente apenas de 42 jogos. O ídolo mais recente da torcida lamentou a lesão. “É sempre triste ficar parado e ainda mais neste momento, mas tenho que levantar a cabeça e me tratar. Já tive outras lesões e isso acontece”, afirmou o goleiro.

Danilo Fernandes, contratado por empréstimo junto ao Corinthians, é o substituto e será escalado nas próximas partidas do clube. A previsão é que ele defenda a meta leonina por oito jogos no Campeonato Brasileiro da Série A e um da Copa do Brasil. O arqueiro já jogou cinco partidas na atual substituição por opção do treinador Eduardo Baptista, que decidiu poupar Magrão. Nos cinco duelos, foram quatro vitórias rubro-negras e uma derrota.

O substituto lamentou que vai assumir a titularidade por causa de uma lesão de Magrão, mas garantiu se esforçar ao máximo para ajudar o Sport. “Eu não queria que minha oportunidade viesse com o Magrão se machucando. Infelizmente aconteceu assim e eu estou confiante para fazer um bom papel. Vou dar o meu melhor para que eu possa passar segurança para a torcida e para o time do Sport”, disse.

Danilo Fernandes também afirmou que é necessário ter atenção redobrada, uma vez que entrou em campo apenas em cinco oportunidades. “Para o goleiro é mais difícil. Jogos pingados requer atenção redobrada, pois o ritmo não é ideal. Agora terei sequência e me sinto bem para fazer um bom papel. Farei o meu máximo para que eu possa ter boas atuações junto com o time. Minha torcida é para que o Magrão volte logo. Estarei dando força para ele durante sua recuperação. Torço muito por ele e sei que ele estará torcendo por mim”, concluiu o goleiro.

VAVEL Logo