Vitória e ASA decidem vaga na terceira fase da Copa do Brasil após empate na ida
Foto: Divulgação/ASA

Na noite desta terça-feira (19), o Vitória receberá o ASA, às 19h30, no estádio do Barradão, em Salvador, na Bahia, em partida válida pela volta da segunda fase da Copa do Brasil. O rubro-negro baiano encara este confronto como primordial para ganhar mais confiança na temporada e evitar um novo vexame dentro de casa, enquanto o alvinegro alagoano busca surpreender para ficar com a vaga.

Para classificar à terceira fase, o Vitória precisará apenas de um empate sem gols, pois marcou um tento na partida de ida, que foi 1 a 1. Já o ASA chegará com a necessidade de balançar as redes. O clube alagoano poderá avançar na Copa do Brasil com a igualdade no marcador, desde que seja por mais de dois gols. Caso o embate fique no 1 a 1 novamente, o classificado será definido na disputa de pênaltis.

Jean Pierre Goncalves Lima será o responsável por comandar a partida. Jean Pierre tem 35 anos e é Professor. O mesmo pertence ao quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e é aspirando Fifa. Este confronto será o primeiro de Jean na Copa do Brasil. José Javel Silveira e Alexandre Pruinelli Kleiniche, ambos do Rio Grande do Sul, serão os auxiliares.

Claudinei Oliveira não confirma equipe, mas Jorge Wagner deve voltar a ser titular

O Vitória está praticamente pronto para o confronto desta noite. A fase não é das melhores, contudo, o triunfo ante o Oeste na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro deu um fôlego maior para que os atletas leoninos cheguem com mais confiança neste embate da Copa do Brasil. O técnico Claudinei Oliveira poderá contar com retornos e poupar alguns atletas.

O meia-atacante Jorge Wagner ficou fora do confronto do último fim de semana. Diante de poucas explicações, foi especulado uma possível barração. Contudo, a assessoria de imprensa rubro-negra afirmou que a diretoria entrou em acordo com o meia e acabou optando por poupá-lo. No último treinamento, o técnico Claudinei Oliveira escalou o experiente meio-campista entre os titulares, mas deixou em aberto sua vaga entre os 11, pois acionou Vander no decorrer na movimentação.

Quem ganhou moral com o treinador foi o atacante Gabriel, que estreou como profissional diante do Oeste. O futebol, com bastante velocidade, apresentado pelo atleta, o credenciou ele para disputar uma vaga e ser cogitado para entrar em campo ante o ASA. Claudinei Oliveira aponta que Gabriel será fundamental para suprir as ausências de Rhayner e Rogério.

"Gabriel tem uma grande chance de jogar contra o ASA. Não teremos o Rhayner, Rogério, jogadores agudos que estavam contribuindo bastante. Então, a gente apostou por ter jogadores agudos pela beirada diante do Oeste e deu certo. Vamos ver como ele estará para o próximo jogo”, pontuou o treinador.

O volante Luiz Gustavo não poderá entrar em campo, pois recebeu o terceiro cartão amarelo e precisará cumprir suspensão. Outros jogadores considerados titulares também devem ser poupados como é o caso do volante Escudero e do lateral Diego Renan. A surpresa rubro-negra deverá ser Marcelo na cabeça de área. O Leão ainda tem uma dúvida na direita, pois Romário não tem presença confirmada e poderá ter sua vaga ocupada por Diogo Matheus.

Satisfeito, Vica deve repetir o time da estreia na Série C

O ASA não conseguiu vencer nas duas últimas partidas, foram dois empates por 1 a 1, com o Vitória (Copa do Brasil) e Confiança (Série C). Apesar disso, o técnico Vica não ficou insatisfeito com o rendimento dos seus comandados e deverá repetir a formação da estreia na terceira divisão. 

O grande problema para Vica confirmar os 11 titulares é o pouco tempo para recuperar a parte física de seus jogadores, porque o time alagoano entrou em campo no sábado (16), em Aracaju, para enfrentar o Confiança. Vica afirmou que os atletas sentiram um desgaste físico, com isso, espera que todos estejam recuperados nesta terça-feira (19) para repetir a formação.

“Vamos tentar recuperar o nosso elenco para o jogo com o Vitória. Será uma partida bastante difícil. Os nossos atletas sentiram desgaste físico após o confronto com o Confiança. Então, agora, daremos um descanso. A princípio, vamos escalar contra o Vitória o mesmo time que iniciou a partida em Aracaju. Não temos motivos para fazer alterações na formação e, sendo assim, será a mesma equipe”, explicou o comandante alvinegro.

Com a manutenção da equipe, o ASA terá sua defesa sendo formado por Lucas Bahia e André Nunes – autor do gol ante o Confiança. Gabriel e Rayro devem ser os laterais direito e esquerdo, respectivamente, enquanto o meio terá Jorginho, Marcos Antônio, Didira e Uéderson. O comandando do ataque deverá ficar sob responsabilidade de Valdanes e Alex Henrique.

VAVEL Logo