Levi Gomes comemora gol fora de casa e destaca retorno da confiança no Náutico
“Precisamos continuar trabalhando da mesma maneira, com os pés no chão e com humildade”, disse Levi Gomes (Foto: Alexandre Wolkoff/Náutico)

O Náutico conseguiu um ótimo resultado diante do Flamengo, nesta quarta-feira (27), pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. O empate com gols deixou os alvirrubros bastante satisfeitos e confiantes para sequência da temporada. O técnico Levi Gomes, que comandou a equipe, pois Lisca cumpriu suspensão automática, foi um dos que exaltaram o resultado do escrete de Rosa e Silva.

O técnico Levi Gomes apontou a importância do gol marcado por Douglas para o embate da volta, contudo, alertou que os alvirrubros precisam continuar trabalhando com os pés no chão para conseguir os objetivos.

Gol fora de casa eu digo sempre que vale dois. O de casa só vale um. Para quem joga fora é fundamental marcar. Douglas acabou sendo premiado fazendo o gol. Isso nos dá uma condição muito importante para o jogo da volta. Esta vantagem é muito boa, importantíssima. Entretanto, precisamos continuar trabalhando da mesma maneira, com os pés no chão e com humildade”, disso o técnico substituto do suspenso Lisca.

Deixando claro que não esperava facilidade, apesar da crise que vive o Flamengo, Levi Gomes avaliou que o Náutico apresentou um futebol melhor no segundo tempo, quando atuou de maneira mais adiantada.

“Tínhamos a consciência de que o jogo não seria fácil, mas quando você não está bem tecnicamente, tem que ir no coração. Não estávamos conseguindo ficar com a posse da bola no primeiro tempo, mas voltamos melhor na etapa final, com mais pegada na frente. Puxamos o Marino para o meio, abrimos os meias e fomos premiados, no final, com esse gol de empate”, pontuou.

Por fim, Levi Gomes lamentou por não contar com jogadores importantes como Ronaldo Alves e Hiltinho, que não podem mais atuar na Copa do Brasil, pois já defenderam outras equipes na competição, e Patrick Vieira – vetado pelo departamento médico. No entanto, ele também exaltou a disposição demonstrada pelos substitutos. 

“São jogadores importantíssimos. Principalmente o Hiltinho, que prende a bola no setor ofensivo e faz com que tenhamos mais posse de bola. O Ronaldo [Alves] também era mais encaixado com o Fabiano Eller. Desta maneira, sentimos a ausência deles, mas quem entrou demonstrou disposição. O Flávio não atuava há muito tempo e deu o seu máximo. Fez uma boa partida. Isso nos dá ânimo, pois percebemos que estamos no caminho certo”, comentou.

VAVEL Logo