São Paulo e Santos reeditam semifinal do Paulistão visando maior estabilidade no Brasileiro

Na noite desta quarta-feira (2), às 21h, São Paulo e Santos se enfrentam pela quinta rodada do  Campeonato Brasileiro, no Morumbi. Vindas de empates, as equipes se enfrentam visando chegar ao topo da tabela.

Atualmente na 8ª posição e com sete pontos ganhos, o tricolor chega para o San-São após um empate sem gols, em casa, contra o Internacional. A equipe terá seu camisa 10, Paulo Henrique Ganso de volta, porém segue com bastante desfalques.

O Time da Vila ocupa a 12ª posição com 5 pontos conquistados e também vem de um empate em casa, contra o Sport por 2 a 2. O Peixe terá uma difícil missão, além de jogar sem seu principal jogador Robinho que está servindo a seleção brasileira, precisa da vitória se quiser subir na tabela, pois até agora só ganhou uma partida na competição. 

As equipes já se enfrentaram em 280 jogos. O São Paulo soma 118 vitórias, enquanto a equipe santista foi melhor em 96 partidas. Em outros 66 jogos o duelo terminou empatado. São 446 tentos da equipe tricolor, contra 397 do Peixe.

Tricolor tem a volta do camisa 10, mas segue com desfalques na equipe

O meia Paulo Henrique Ganso que não atuou no empate sem gols contra o Internacional, neste domingo (31) por questões pessoais, estará de volta ao meio campo do Time. Contudo, a equipe segue com uma série de desfalques. 

Os garotos Lucão e Boschilia estão servindo a seleção brasileira no Mundial sub-20. O zagueiro Rafael Toloi está aprimorando a forma física, após se recuperar de um trauma no ombro direito. O atacante Alan Kardec e o goleiro Dênis, fizeram cirurgias no joelho e ombro, respectivamente. E por fim,  o lateral-esquerdo Reinaldo que está suspenso. 

Cada equipe tinha uma missão diferente, os reservas apenas atacavam o gol de Rogério Ceni. Já os titulares, defendiam o gol, porém tinha a opção de finalizar em duas metas ocupadas por Léo e Renan Ribeiro. Também foi aprimorado cobranças de bolas paradas, faltas, escanteios e apontados os perigos santistas. 

Ainda sem visto para trabalhar no Brasil, o novo técnico tricolor assinou contrato por 2 anos, mas por enquanto apenas observará os comandos de Milton Cruz. "A gente estava até brincando que no treino saiu faísca porque quando muda o treinador é uma outra situação", brincou o lateral esquerdo Carlinhos, será titular no lugar de Reinaldo, expulso contra o Inter. "O Osorio está observando bastante, inclusive estudando o nosso adversário. Não pode comandar, mas vai participar muito com o Milton".

Sem Robinho, Peixe fecha treino para o clássico

O técnico Marcelo Fernandes decidiu treinar com os portões fechados, antes do clássico desta quarta-feira. Mesmo sem mostrar a escalação para o clássico, o Santos deve optar por escalar Rafael Longuine no lugar de Robinho, que está servindo a seleção brasileira e desfalcará o time nas próximas partidas.O jogador contratado após a conquista do Paulistão, deverá ser titular pela primeira vez - ele já foi utilizado duas vezes, porém entrou no decorrer das partidas. 

Quando os portões do CT Rei Pelé foram abertos, apenas os reservas treinavam em campo reduzido. O zagueiro Werley realizava um trabalho específico com o preparador físico Carlito Macedo e a maioria dos titulares, cobravam faltas no outro lado do campo.

Além de Robinho, o Peixe terá a ausência do volante Valencia, convocado pela seleção colombiana. Na lateral esquerda, Daniel Guedes deverá ser titular, já que Chiquinho foi barrado por opção do treinador.Com a mudança na escalação, o Santos deve mudar o esquema tático usado desde o começo da temporada e terá apenas dois atacantes. O meio campo deve ter quatro jogadores, com Rafael Longuine podendo jogar aberto pelos lados.

Após o treino, o zagueiro David Braz concedeu entrevista coletiva e falou sobre o clássico contra o São Paulo.“Gosto muito de jogar clássicos, não tem como escolher. Independentemente do momento, hoje estamos sem vencer, então espero que possamos ir para lá com vontade de ganhar. Se vencermos, nos dará moral, temos como exemplo o Palmeiras, que venceu fora de casa. Temos que pegar isso de exemplo para neutralizar o São Paulo no Morumbi”, definiu.

VAVEL Logo