Vitória vence Atlético-GO em jogo de muita chuva e entra no G-4
Foto: Divulgação/Vitória

O técnico interino do Vitória, Wesley Carvalho, traçou uma meta antes dos dois jogos do Campeonato Brasileiro da Série B realizados nesta semana: vencer os dois confrontos no Barradão. Ao fim da noite desta sexta-feira, a meta foi cumprida. Debaixo de forte chuva, o Leão da Barra venceu o Atlético-GO por 3 a 1, em jogo válido pela sexta rodada da competição nacional.

Com o resultado, o Vitória parece ter reencontrado o caminho dos triunfos e entra no G-4 de forma temporária, no terceiro lugar, com 12 pontos. A equipe baiana espera os outros resultados do complemento da rodada para saber onde se situa definitivamente para a rodada seguinte. Mal das pernas, o Atlético-GO acumula a terceira derrota consecutiva e o quinto jogo sem vitórias, e entrou na zona de rebaixamento, na 18º colocação, com quatro pontos ganhos.

A próxima rodada será realizada no decorrer da próxima semana. As duas equipes entram em campo às 16h30 do próximo sábado (13). Enquanto os baianos enfrentam o Mogi Mirim no Estádio Romildo Ferreira, no interior paulista; os goianos medem forças contra o Náutico no Serra Dourada, em Goiânia.

Debaixo de chuva forte, um gol para cada lado

O Vitória tentou usar as laterais no início do jogo para atacar. A primeira oportunidade de gol veio com os visitantes, aos três minutos, quando Anderson Leite recebeu bom lançamento, mas errou no domínio de bola e perdeu a chance. Os mandantes responderam no lance seguinte, quando Rogério foi acionado em cruzamento no lado esquerdo de ataque, mas não conseguiu acertar a bola.

Com a chuva forte, o campo ficou pesado e a dificuldade das equipes em trabalhar a bola foi grande. Um ataque perigoso veio aos 16 minutos, quando Élton chutou forte da entrada da área para a grande defesa do goleiro Márcio. No minuto seguinte, Rafael Diego tentou afastar a bola da marcação goiana, mas desviou com a mão, e a arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Escudero cobrou com tranquilidade e abriu o placar no Barradão em favor dos baianos.

O Atlético-GO tentou responder por meio nas jogadas aéreas. O time, mesmo fora de casa, mas em desvantagem, avançou em campo. Aos 28 minutos, Sérgio Manoel lançou para Arthur, que se atrapalhou e chutou na zaga. Na sequência, o próprio atacante ficou com a bola, mas preferiu a jogada individual e não aproveitou o lance. Em resposta, Élton aproveitou cruzamento na área e desviou de cabeça. A bola passou com muito perigo.

O jogo ficou aberto. O Vitória tinha mais chances de perigo, mas o Atlético também se oferecia ao ataque. Aos 41 minutos, Escudero tocou para Élton, referência no ataque baiano, que entrou na área e chutou rasteiro. A pelota parou na zaga. Aos 45, os visitantes colocaram a bola na rede. Arthur recebeu cruzamento na área e aproveitou o escorregão do zagueiro Guilherme Mattis para completar livre para o gol.

Em quatro minutos, Leão da Barra marca dois gols e vence

O segundo tempo começou muito equilibrado e as equipes pouco se ofereciam ao ataque. Nos dez minutos iniciais, o Atlético-GO teve duas oportunidades claras de virar o marcador. Aos nove, um chute forte de fora da área desviou na zaga e o goleiro Fernando Miguel teve dificuldade em fazer a defesa. Yago correu, mas não conseguiu pegar o rebote. Em seguida, a defesa do Vitória falhou em montar linha de impedimento e Arthur apareceu sozinho para errar o alvo.

O rubro-negro baiano era pressionado e parecia estar perto de sofrer o gol da virada. No entanto, quando foi ao ataque, conseguiu marcar duas vezes, desestabilizar o adversário e praticamente garantir a vitória. Aos 16 minutos, Élton passa a bola para Diego Renan, que chuta colocado e marca um golaço. Aos 20, Pedro Ken tocou para trás e Élton encheu o pé para ampliar a vantagem dos donos da casa.

Mesmo com a forte chuva, os dois times mostraram muita disposição e corriam o tempo todo. O grande problema era a objetividade dos ataques. Os sistemas defensivos de ambas as equipes levava a melhor em todas as jogadas. Com o tempo, o Vitória predominou, ficou de forma absoluta em campo, com maior posse de bola e tranquilidade no gramado encharcado, enquanto o Atlético-GO sentiu o gol e não esboçou nenhuma reação.

VAVEL Logo