No Maracanã, Fluminense recebe Sport visando entrar no G-4

Pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, Fluminense encara o Sport neste domingo (07), às 19h30 (horário de Brasília) no Maracanã. O Tricolor precisa de uma vitória para tentar entrar no G-4. Já o Leão quer manter sua invencibilidade. 

O Fluminense entra em campo embalado, após uma vitória por 2 a 0 contra o Coritiba, na última quinta feira (04). O Sport também venceu por 1 a 0 o Goiás, pela quinta rodada do Brasileirão. 

O Tricolor está na sexta posição do Campeonato, com 10 pontos ganhos em cinco jogos. O Leão está em terceiro lugar com 3 vitórias, dois empates e nenhuma derrota. 

Fluminense entra em campo de olho no G-4

Devido ao jogo contra o Coxa, na última quinta feira (04), o técnico Enderson Moreira comandou  um treino técnico para os jogadores do Fluminense no sábado (05), sem a grande maioria dos titulares terem feito atividade com bola. Fred e Giovanni foram os únicos a entrarem no campo das Laranjeiras. O técnico confirmou que o lateral esquerdo, que desfalcou a equipe na última partida, devido uma expulsão no Fla-Flu, deve voltar ao time titular.  "Quando você modifica pouco a equipe, é importante. Jogadores vão se conhecendo em campo. O Giovanni deve estar bem para voltar no domingo e a tendência é que ele volte ao time”, afirma o treinador. 

Apesar do pouco tempo para se preparar para a partida, o meia Wagner destaca que o Fluminense tem que se apegar aos fatores positivos, como o fato de jogar diante da torcida novamente. "Vencemos duas partidas bem, estamos brigando já na parte de cima da tabela e pegando confiança. Com isso, estamos jogando cada vez melhor, com o time ainda mais compacto. Tudo está se desenhando para que consigamos fazer mais uma grande partida contra o Sport. Infelizmente teremos pouco tempo para nos prepararmos, mas vamos tentar nos aproveitar do fator casa para superarmos mais um adversário", diz o meia.

Antônio Carlos sabe da dificuldade que vai ser parar Diego Souza, que é um dos artilheiros da competição. "O Diego está jogando praticamente de segundo atacante. É um cara que conheço bem, é meu amigo, mas tomara que possa dar Fluminense. Acho que o time está encaixando. Essa sequência está nos dando tranquilidade para jogarmos. Eu sempre deixei claro que estava precisando de ritmo de jogo. Felizmente, estou conseguindo. Ainda não está do jeito que eu quero. Tem a questão do cansaço, mas estou me recuperando para domingo", afirma Antônio Carlos. 

Gum comemora o entrosamento com o companheiro de zaga. "É um momento importante do campeonato, e estamos crescendo, eu e Antônio Carlos. O importante é que toda a equipe está fazendo isso também. Mas ainda não chegamos a lugar algum. Estamos começando a ficar bem. Daqui a alguns jogos, se continuarmos assim, vamos poder estar lá na frente e brigar por algo a mais na competição. Todos estão marcando e jogando, com a bola ou sem a bola, toda a equipe se posiciona bem", aponta o zagueiro

Sport entra em campo buscando manter sua invencibilidade

Há sete jogos invicto, o rubro-negro tem demonstrado uma grande regularidade nas últimas partidas. O time pernambucano, junto com a Ponte Preta são as únicas equipes que ainda não foram derrotadas no Campeonato Brasileiro. Para Diego Souza, o padrão tático da equipe tem sido o diferencial.

"A gente tem conseguido um padrão tático que vem dando muito certo. Temos que manter esse foco, com determinação, para fazer um bom jogo no Rio e trazer pontos. Cada jogo é uma decisão. Não temos que ficar pensando em G4, ou Sul-Americana. É muito cedo pra isso. O que a gente quer é somar o maior número de pontos", disse o camisa 87.

O meia acredita num duelo de igual para igual com o Fluminense, neste domingo, no Maracanã  "Cada jogo tem suas dificuldades. Mas se torna fácil dentro jogo. Eles têm jogadores perigosos, assim como a gente. Vou focado numa vitória, ou no mínimo num empate. A gente está fazendo tudo para chegar no final do campeonato bem perto do nosso objetivo. O Fluminense tem uma equipe boa e que vem com muita pressão para vencer. Tem um centroavante que é um dos mais perigosos do Brasil e temos que entrar em campo concentrados. Jogar lá no Maracanã é sempre muito difícil", afirma Diego Souza. 

O técnico Eduardo Baptista ainda não definiu o time que entrará em campo contra o Fluminense. Sem poder contar com Joelinton, que foi liberado para fazer exames médios no Hoffenheim, da Alemanha, o treinador ainda tem dúvidas de como vai armar o ataque da equipe pernambucana. "Não vou confirmar, mas não se trata de esconder a escalação. Do meio para trás o time está definido. Mas tenho que ver realmente como ficará o sistema ofensivo. O Maikon Leite sentiu uma pancada forte no abdômem. Por isso temos algumas dúvidas", diz. 

Baptista acredita que o Sport tem grandes chances de voltar do Rio com mais pontos somados na bagagem. "O nosso time está preparado para pontuar. Estamos tratando cada jogo como se fosse uma final. Contra o Goiás e nas outras partidas pôde se ver isso em campo e dessa vez não vai ser diferente", completa. 

VAVEL Logo