Pré-jogo: ABC recebe Ceará em duelo de desesperados
Foto: Divulgação/ABC

Nesta terça-feira (28), ABC e Ceará se enfrentam num embate de apertados no Frasqueirão em Natal pela 15ª rodada da Série B de 2015 às 19h30. Enquanto o ABC ainda não venceu em casa e figura na 16ª colocação com 16 pontos ganhos, o Ceará ainda não venceu como visitante e das vezes que jogou fora de seus domínios voltou para casa apenas com um ponto ganho, na última ocasião, contra o Boa Esporte. Vovô permanece na lanterna da Série B, com 8 pontos ganhos e não deixará-la mesmo que ganhe Ambos vêm de derrotas por 3-2, sendo a do alvinegro de Natal pro Sampaio Corrêa e a do alvinegro de Fortaleza pro Mogi Mirim

A última vez que ambos se enfrentaram foi em novembro do ano passado em Natal, e o ABC levou a melhor por 1-0, com gol solitário de Somália. Na situação o Ceará ainda tentava lutar pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, mas não obteve sucesso, e, por sua vez, o ABC lutava pela permanência na Série B, tendo esta vitória sido crucial rumo ao objetivo da época. 

Vindo de derrota, ABC busca voltar a vencer pra sair da porta do Z4

Sendo um péssimo mandante, o ABC busca aproveitar o momento do adversário, que não é nada bom, pra poder se afastar da zona de rebaixamento da Série B do Brasileiro e vencer a primeira em casa - até agora foram apenas 4 pontos, todos de empate. Para tal missão, o técnico Toninho Cecílio fez algumas alterações no último treino ocorrido nesta segunda-feira (27), colocando uma equipe mais ofensiva. O treinador terá também dois reforços para o embate, Clayton e Rafinha, ambos por empréstimo até o final do ano. 

No treino que definiu o time que enfrentará o Ceará, o comandante barrou o capitão e zagueiro da equipe Leandro Amaro, afirmando que o zagueiro apressou sua volta aos gramados no final dos estaduais e inicio de Série B, o que prejudicou seu lado físico, colocando em seu lugar o zagueiro Leonardo Luiz. O sistema defensivo foi bem modificado neste último treino também, fruto de muitas falhas recentemente que andam custando caro para a equipe abecedista. Outra mudança significante no time foi no sistema ofensivo, onde Rafael Oliveira ganhou o lugar do xará Rafael Miranda e formará um ataque bem agressivo que ainda contará com Kayke e Fabinho Alves

Perguntado na coletiva desta segunda como espera o Ceará, Toninho disse que há duas formas do rival vir para o jogo: agredindo ou recuado: "Eu não quero dizer o que eu espero, eu já vi jogos deles fora de casa e em alguns momentos eles marcaram pressão. Tem um treinador experiente, que gosta de jogar futebol, mas isso pode mudar. Estamos nesta situação difícil também, precisamos nos recuperar, então o treinador passa a jogar cada jogo de uma maneira, levando em consideração as necessidades do adversário. Sei como eles vieram nos últimos jogos", analisou o treinador.

Buscando reagir no campeonato, Ceará espera voltar de Natal com a vitória

Há doze jogos sem vencer, Ceará precisa se encontrar com o caminho das vitórias novamente se quiser sair da atual situação. O alvinegro se encontra na lanterna da competição e perdeu no último sábado para um adversário direto na luta contra o rebaixamento. E para piorar, no mesmo jogo a equipe perdeu Sandro e Ricardinho, dois jogadores que vinham sendo titulares, o último sendo o maestro e principal jogador da equipe. Ambos estão suspensos por tomar terceiro cartão amarelo. 

Além de Ricardinho e Sandro, o vovô perdeu Siloé, que treino nesta segunda com o time titular, mas saiu contundido do treino e não foi relacionado para a viagem. O zagueiro Charles continua no Departamento Médico de Porangabuçu, vítima de lombalgia. Com esses desfalques, o comandante alvinegro relacionou os seguintes jogadores: Luis Carlos, Tiago, Baraka, Victor Luís, Bernardo, Gilvan, Fabinho, Fernandinho, João Marcos, Rafael Costa, Roniery, Rodrigo Silva, Uillian Correia, Vinícius, Wescley, Wellington Carvalho, Everton e Carlão. 

Na coletiva pré-jogo neste domingo (26), Uillian Correia foi quem apareceu para falar sobre o confronto contra o também desesperado ABC. O volante frisou o momento ruim do Ceará e que precisa dos três pontos para sair dessa posição incômoda: "Neste final de primeiro turno, nós temos que somar o máximo de pontos que for preciso para sair dessa situação incômoda, situação que já passou da hora de tomarmos uma atitude. No sábado nós vencemos bem e perdemos, então temos que começar a jogar mal e vencer os jogos que forem precisos para sair dessa situação que incomoda todo mundo", disse o atleta.

VAVEL Logo