Joias de Xerém: Quem são as próximas promessas das categorias de base do Fluminense?
Marcos Felipe, Ygor Nogueira, Bryan Oliveira, Danielzinho e Matheus Patos são alguns deles (Fotos: Divulgação/FFC)

Não é de hoje que Xerém é considerada uma das melhores categorias de base do Brasil. Dona de boa parte do material humano no elenco profissional do Fluminense, é responsável também por desafogar o caixa do clube com transferências. Gérson e Kenedy foram vendidos a Roma e Chelsea, respectivamente, por cerca de R$ 91,26 milhões em valores somados.

De lá saíram nomes consagrados como Roger, Diego Souza, Carlos Alberto, Thiago Silva, Marcelo, e outros que estão começando a conquistar seu espaço no futebol europeu como Fabinho, Rafael, Fábio, Wellington Nem, Wellington Silva, Wallace, Maicon e Alan. Ano após ano segue sendo o desafogo do Tricolor das Laranjeiras.

Atualmente, o Fluminense conta com Kléver, Antônio Carlos, Marlon, Luiz Fernando, Rafinha, Willian, Gustavo Scarpa, Higor Leite, Robert e Marcos Júnior em seu elenco principal, todos vindo da base. Sabendo disso, a VAVEL Brasil preparou este especial para ambientar os tricolores aos novos nomes que estão se destacando nas categorias inferiores do clube.

Conheça as próximas joias de Xerém

• Marcos Felipe (Goleiro)

Herói do Fluminense na Al Kass Cup 2013, onde pegou dois pênaltis na decisão e deu o título ao clube na divisão de base. A trajetória de Marcos Felipe lembra muito a de Fernando Henrique, mas todos o consideram com potencial maior do que o ex-arqueiro tricolor. Atualmente está emprestado ao Macaé.

• Ygor Nogueira (Zagueiro)

Se Marcos Felipe brilhou na Al Kass Cup, o mesmo podemos dizer de Ygor Nogueira. Além de destaque, o zagueiro foi o capitão tricolor na ocasião. Vindo da mesma geração de Marlon, é uma das grandes esperanças para o setor defensivo do Fluminense no futuro. Tem bom posicionamento e reação como caractéristicas, assim como seu companheiro que está atualmente entre os profissionais.

• Léo Pelé (Lateral-esquerdo)

Não tem a mesma grife de Marcelo, mas Léo Pelé é especulado como o futuro dono da lateral-esquerda do Fluminense. Foi destaque na última Copa São Paulo de Futebol Júnior e já teve seu nome cogitado entre os profissionais, principalmente devido a carência de jogadores para a posição. É um lateral que chama atenção por subir bastante ao ataque, quase como um ponta.

• Wallace Bonilha (Volante)

Talvez o jogador mais polivalente das categorias de base do Fluminense. Já atuou de volante, meia e até mesmo atacanté. Wallace Bonilha, ou apenas Bonilha como é chamado, foi o autor de alguns gols decisivos nos campeonatos europeus que o clube disputou.

• Douglas (Volante)

Douglas é um volante moderno e se tornou uma das principais promessas do clube. Ele despertou o interesse do PSV durante a última excursão tricolor na Europa. A equipe conquistou os torneios de Teborg, na Holanda, e a Spax-Cup, na Holanda. Douglas foi eleito o melhor jogador e é o atual capitão da equipe.

• Bryan Olivera (Meia)

Bryan Olivera chegou após a ascensão de Dario Conca. Uruguaio, tem características parecidas com o antigo camisa 11 do Fluminense. Canhoro e arisco, sempre aparece como elemento surpresa no ataque. Tem como diferencial o bom chute de fora da área e ser cobrador de bolas paradas. Foi emprestado ao Los Angeles Galaxy.

• Danielzinho (Meia)

Se Bryan Olivera tem características de Conca, podemos relacionar Danielzinho a Thiago Neves. Camisa 10 da equipe sub-20 do Fluminense, é o principal articulador e atua como meia clássico, cadenciando o jogo e apostando em sua inteligência. Tem o drible e velocidade como suas principais armas.

• Pablo Dyego (Atacante)

Pablo Dyego teve uma curta passagem pelos profissionais, mas não engrenou devido a forte concorrência e terminou emprestado ao Legia Warszawa, da Polônia. Começou como um atacante de velocidade, mas encerrou seu último ano nos juniores atuando quase como um ala. Drible e boa finalização são seus pontos fortes.

• Matheus Pato (Atacante)

O típico nove clássico. Assim como Samuel e Michel, Matheus Pato é a principal referência ofensiva do Fluminense. Artilheiro em quase todas as divisões que passou, sabe usar o corpo a seu favor e briga bem com os zagueiros. Tem finalização e cabeceio como armas, fundamental para qualquer centroavante.

VAVEL Logo