Revoltado, presidente do Atlético-MG pede ‘a cabeça’ do coordenador de arbitragem da CBF
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Revoltado, presidente do Atlético-MG pede ‘a cabeça’ do coordenador de arbitragem da CBF

Daniel Nepomuceno afirmou que Sérgio Corrêa está acabando com o futebol e precisa deixar o cargo; Kalil também atacou o cartola

charley-moreira
Charley Moreira

Revolta. Esse é o sentimento do torcedor do Atlético-MG após a derrota para o Atlético-PR, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (2), no Independência, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os alvinegros reclamaram bastante após o término do jogo devido à atuação do árbitro Marcelo de Lima Henrique, que marcou um pênalti duvidoso para o Furacão e expulsou o lateral-direito Marcos Rocha por reclamação.

O presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, se apresentou à sala de imprensa após a partida no lugar do treinador Levir Culpi e disparou contra o coordenador de arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa. Para Nepomuceno, o cartola está acabando com o futebol brasileiro e precisa deixar seu cargo imediatamente.

O senhor Sérgio [Corrêa, coordenador de arbitragem da CBF] não tem condições de pisar amanhã na CBF. Ele tem que ser afastado agora. Ele não vai conseguir acabar com o futebol. Não adianta presidente de clube toda semana tentar moralizar e ajudar a CBF. O senhor Sérgio não pode entrar amanhã na CBF. O campeonato está acabando. Os profissionais da imprensa, os atletas, a torcida, todos nós chegamos ao nosso limite. Então, perdão por não deixar ninguém do Atlético falar, porque são nesses detalhes e nessa intimidação que estão acabando com o nosso futebol”, disparou o mandatário.

Além de Nepomuceno, o ex-presidente do Galo, Alexandre Kalil, foi outro que colocou a boca no trombone. Antes mesmo de o fim da partida, o ex-presidente do Galo usou sua conta no Twitter para atacar o coordenador de arbitragem e a atuação de Marcelo de Lima Henrique: “Sergio Correia, infelizmente você tem camisa. Marcelo de Lima Henrique, você é um vagabundo e ladrão”. Logo depois, tuitou novamente: “Fomos campeões da Libertadores porque tiramos esses ratos das nossas vidas”.

Com a vitória do Corinthians sobre o Fluminense – que também contou com lances polêmicos –, a distância do Atlético para o Timão aumentou para sete pontos. Agora, a equipe mineira tentará recuperar os pontos perdidos para o Furacão diante do Vasco, no sábado (5), às 19h30, no Maracanã, pela 23ª rodada do Brasileirão.

VAVEL Logo