Após vitória, Martelotte afirma: "Tem hora que tem que dar uns gritos"
(Divulgação/Santa Cruz)

A vitória nesta terça (27) era de total importância para que se pudesse manter viva qualquer pretensão no campeonato. O Santa Cruz vinha de três partidas sem vitória - derrota para o CRB, no clássico para o Náutico e empate contra o Goiás. Tinha que fazer valer o fator casa e vencer o Criciúma. E fez. A equipe agora está com 52 pontos, dois do G4. Pro restante da rodada, o torcedor que é torcedor vai adotar um outro time. É que o Bahia, que fecha a zona do acesso, enfrenta o líder Botafogo no próximo sábado (30). Uma vitória do Alvinegro carioca contribuiria muito para o sonho da Série A em 2016, visto que Bahia e Santa Cruz ainda vão se enfrentar nesta Série B. A postura mudou em relação aos últimos dois jogos, e Marcelo Martelotte explicou a razão.

"Tem hora que tem que dar uns gritos. A gente não pode se conformar com algumas situações. Nós temos um time que joga junto há algum tempo, sempre se apresentou bem, com jogadores de bom passe no meio, velocidade nas pontas. E, mesmo assim, no primeiro tempo, fizemos muita ligação direta, não pressionamos marcação. Cometemos muitos erros. E mesmo tendo saído com a vitória parcial, não dava para aliviar", explicou o treinador.

A vitória foi importante para a confiança do grupo. Agora é manter o foco em busca do objetivo maior. "É importante para colocar fim à sequência negativa. E também porque dá moral de novo ao grupo. É fundamental que a gente tenha essa confiança e essa cabeça no lugar para crescer na reta final", contou.

O Santa Cruz agora tem dez dias até o duelo contra o Bahia, no dia 7 de novembro. A partida entre os tricolores pode ser decisiva, já que dois pontos separam as equipes. Mas, para essa distância ser mantida, o Tricolor Baiano precisa perder para o Botafogo. "Se os resultados nos ajudarem, vamos aceitar. Tudo que vier para ajudar é importante. O mais importante é que fizemos nossa parte. Os outros resultados também influenciam, mas precisamos fazer o nosso", disse Bruno Moraes, autor de um dos gols da partida.

VAVEL Logo