Pré-jogo: Vitória e Náutico fazem duelo nordestino na parte de cima da tabela
(Foto: Pedro Henrique/Especial à VAVEL Brasil)

Pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vitória recebe o Náutico neste sábado (31), às 17h30 (de Brasília), no Barradão. Enquanto os baianos buscam os três pontos para se aproximarem ainda mais do acesso à Série A em 2016, os pernambucanos sonham seguir com chances de chegar ao mesmo objetivo.

O Leão aparece com 57 pontos ganhos, na 3ª posição e mais de 57% de aproveitamento. Na última rodada, o saldo foi um empate diante do CRB em Maceió. Já o Timbu, que vem de derrota para o Botafogo dentro de casa, tem 49 pontos e aparece na 8ª colocação com 51% de aproveitamento.

No jogo de ida, em Recife, alvirrubros e rubro negros travaram duelo eletrizante pela 14ª rodada da competição nacional. Os visitantes abririam o placar logo cedo com Rhayner, ex-jogador do time adversário. Porém, os gols de Douglas e Rafael Pereira deram os três pontos aos anfitriões.

Vitória quer estreitar caminhada rumo à Série A

Com a vitória diante do América-MG na última terça-feira (27), os baianos perderam uma posição e precisam somar pontos diante do Náutico para retomá-la. Para isto, a equipe treinada por Wagner Mancini precisa fazer valer o mando de campo e manter o bom desempenho atuando diante de seu torcedor.

O técnico rubro negro deu a entender que mexeria em algumas peças no elenco para o duelo ante os pernambucanos. Entretanto, manteve os atletas que vêm atuando como titulares, com os retornos do lateral-esquerdo Diego Renan e do meia Pedro Ken, que cumpriram suspensão na rodada passada.

Utilizando do artifício de treinos fechados à imprensa, o comandante do Leão busca fazer mistério para surpreender o adversário e garantir a vitória. No treinamento, uma atividade tática e de bola parada contando com a presença de todos os jogadores, além de um trabalho realizado em campo reduzido.

Para o volante Amaral, mesmo com o desgate físico aparecendo em reta final de campeonato, o time não deve se deixar abater por este fato. Para o atleta, os próximos resultados servirão para decidir quem terminará a competição como campeão.

“O desgaste chega, não podemos mentir. Estamos em uma reta final de competição. É uma competição em nível nacional, com muita disputa, muita viagem, mas não podemos deixar isto interferir no nosso trabalho”, afirma o jogador, que ainda acredita que o Vitória pode ficar com o título: “A gente tirou sete pontos do Botafogo no primeiro turno. Vamos lutar até o final.”

Náutico tenta esquecer goleada para seguir com chances de acesso na Série B

De fato, o revés sofrido para o Botafogo, por 4 a 1 na Arena Pernambuco, freou as expectativas tanto da torcida quanto do elenco alvirrubro. No entanto, a equipe treinada por Gilmar Dal Pozzo não pode baixar a cabeça e deve seguir brigando por uma vaga no G4 enquanto existirem chances matemáticas.

Com problemas na escalação dos onze atletas que começam o jogo, o comandante Timbu será obrigado a improvisar. Rafael Pereira, novamente, ficará encarregado da vaga na lateral direito, enquanto na esquerda, Fillipe Souto deve aparecer como titular no lugar de Gastón Filgueira.

Esse equilíbrio, na visão de Ronaldo Alves, aumenta a responsabilidade do Náutico, no sábado. Afinal, as chances estão distribuídas para todos. Para ele, apesar de não haver classificação matemática de ninguém, restariam apenas duas vagas para o tão sonhado acesso à primeira divisão. 

“Até o oitavo, nono, todos estão próximos do acesso. Botafogo e Vitória estão à frente dos demais. Temos esse duelo contra o Vitória, no qual podemos diminuir a distância, mas todos têm condições de chegar, mas duas vagas estão abertas. A gente tem essa chance de sair e fazer um grande jogo e colocar o clube na briga de novo”, conta o zagueiro Timbu.  

VAVEL Logo