Náutico surpreende Vitória vencendo de virada e se reaproxima do G-4
Foto: Francisco Galvão/Vitória

O Náutico segue vivo na luta por uma vaga na Série A. Os alvirrubros foram até Salvador, na Bahia, na tarde deste sábado (31), no estádio do Barradão, fazer um duelo fundamental com o Vitória. Os pernambucanos acabaram apresentando um futebol surpreendente e venceram, de virada, os donos da casa por 3 a 1. Daniel Morais, Bergson e João Ananias fizeram para o Timbu. Élton e Rafaelson marcaram para o Leão.

Com o resultado desta tarde, os rubro-negros acabaram perdendo a segunda posição e, agora, estão em terceiro, com 57 pontos, mesma pontuação do vice-líder América-MG. Já o Náutico renova o direito de sonhar com a volta à elite, principalmente, por conta do tropeço do quarto colocado Bahia. Os alvirrubros estão na sexta posição, com 52 pontos e a distância para o G-4 caiu para dois pontos.

A 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro será realizada, em sua maioria, no próximo final de semana. Vitória e Náutico vão entrar em campo no sábado (7). Os rubro-negros vão duelar com o Macaé, no estádio Cláudio Moacyr, em Macaé, no Rio de Janeiro, às 17h30 (horário de Brasília). Já o Náutico terá pela frente um confronto com o Paraná, no mesmo horário, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, Pernambuco.

Élton marca logo no início e deixa Vitória na frente em etapa equilibrada

O confronto começou com o Vitória tentando se impor, para não dar oportunidade do Timbu surpreender logo nos primeiros minutos. Os pernambucanos foram se fechando na marcação para o adversário não encontrar espaços e fazer o goleiro Júlio César trabalhar. Assim, os primeiros minutos foram de poucas oportunidades claras de gol. Uma boa possibilidade para os alvirrubros surgiu aos nove minutos, quando Daniel Morais recebeu um bom cruzamento, mas errou feio e acabou ajudando a defesa da casa

Os donos da casa seguiram melhor em campo e acabaram festejando aos 12 minutos, quando Diogo Mateus avançou pela direita e lançou na área. A defesa do Náutico não marcou bem e Élton, de cabeça, mandou para o fundo das redes. O Timbu tentou responder em seguida e assustou a defensiva rubro-negra. A bola foi cruzada na área e Daniel Morais chutou de primeira para boa defesa do goleiro Gatito Fernandes.

Mesmo com a vantagem no placar, os leoninos não quiseram saber de ficar esperando o adversário para matar o confronto no contra-ataque. Assim, continuaram trabalhando a bola no setor ofensivo, mas a defesa pernambucana se fechava bem e não dava espaço para finalizações. Os alvirrubros quase igualaram o marcador aos 25 minutos, quando Bergson recebeu bom passe de Biteco e bateu para defesa de Gatito Fernández. Daniel Morais pegou o rebote e mandou para outra grande intervenção do arqueiro.

A equipe rubro-negra respondeu bem aos 27 minutos, mas não pôde festejar por conta do goleiro Júlio César. Pedro Ken recebeu fora da área e chutou no cantinho, no entanto, o arqueiro se esticou todo e fez uma bela defesa. O Náutico estava se mostrando vivo na partida e mais uma vez ficou no quase. Bergson limpou a marcação e bateu forte, mas Gatito Fernández fez outra boa defesa, garantindo assim o triunfo por 1 a 0 na etapa inicial.

Timbu surpreende marcando duas vezes logo no início e garante importante vitória

Para o segundo tempo, o técnico Vagner Mancini resolveu tirar o meia-atacante Escudero para colocar David, enquanto Gilmar da Pozzo preferiu manter a mesma formação. Com a bola rolando, os alvirrubros deixaram tudo igual com menos de um minuto. Fillipe Soutto mandou para João Ananias, que avançou pela esquerda e cruzou rasteiro na grande área, a defesa da casa não afastou e Daniel Morais mandou para o fundo das redes.

Os alvirrubros voltaram com tudo para a etapa final e acabaram chegando a virada ainda aos oito minutos. Bergson entrou na área pelo lado esquerdo e bateu cruzado, tirando a possiblidade de defesa do goleiro Gatito Fernández. A equipe pernambucana continuou com superioridade e festejou mais uma vez para desespero dos torcedores rubro-negros. João Ananias recebeu na entrada da área, bateu na saída do goleiro Gatito Fernández e correu para o abraço.

Com a ótima vantagem, o técnico Gilmar Dal Pozzo resolveu fechar mais seu time. Assim, tirou o meia-atacante Guilherme Biteco para colocar o volante Niel. Já Vagner Mancini alterou o setor ofensivo. Ele acionou o meia-atacante Yan e o atacante Rafaelson nos lugares de Vander e Élton.

Os rubro-negros continuaram tentando diminuir a vantagem, enquanto os alvirrubros estavam se fechando bem, mas aos 38 minutos o Leão balançou as redes. Em cobrança de falta, a bola foi rolada para Rafaelson, que chutou forte, tirando qualquer chance de defesa do goleiro Júlio César. A equipe da casa, com isso, pressionou bastante, mas não logrou êxito e os pernambucanos garantiram o triunfo por 3 a 2.

VAVEL Logo