Jorginho não perde confiança após derrota do Vasco: "Em duas rodadas pode mudar completamente a situação"
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Neste domingo (1), o Vasco da Gama perdeu para o Fluminense por 1 a 0 no Engenhão. Com o resultado, a equipe cruzmaltina permaneceu na 20ª posição da Série A do Campeonato Brasileiro, somando apenas 30 pontos - atrás do Joinville em razão do saldo de gols.

Após quebrar uma sequência de nove rodadas sem derrotas, o treinador Jorginho comentou que a dificultade aumenta a cada jogo, mas é preciso demonstrar frieza.

"Precisam entender que as coisas não vão acontecer de uma hora para outra. É pensar jogo a jogo. Vai melhorar desde o momento em que fizermos o dever de casa a cada jogo, tendo a frieza necessária, com o tempo acaba tendo um controle maior sobre as emoções. No futebol, se você não persevera acaba sucumbindo de uma hora para outra. Permanece a confiança, dificultou um pouquinho mais, perdemos a chance de encostar, mas em duas rodadas pode mudar completamente a situação", explicou.

Sobre o clássico contra o tricolor, ele admitiu que o Fluminense mereceu a vitória e destacou a falta de organização dos vascaínos: "Foi primeiro tempo muito ruim, um dos piores desde a minha chegada aqui, mas realmente não criamos, não estávamos organizados, a gente perdeu justamente onde a gente acreditava que seria superior, o meio de campo, mas não funcionou. Estava torcendo para o primeiro tempo acabar logo, equipe se perdeu no posicionamento, o que não era comum. Infelizmente hoje deu branco e não merecíamos uma vitória hoje".

Criticando o ataque, o técnico também avaliou negativamente a postura da equipe por completo.

"Naturalmente a gente não vem finalizando tanto assim com os homens de frente. Hoje foi um jogo completamente atípico, a equipe esteve muito mal num todo, contribuiu para que a gente não tivesse boas finalizações. E as que teve não foram o suficiente para ao menos empatar o jogo", disse.

E completou, sem esquecer que ainda restam cinco jogos: "Nunca foi fácil, sempre foi debaixo dessa pressão, até depois de resultados positivos as coisas não eram fáceis. Fica esse sentimento da derrota, mas da forma como jogamos, isso que dói mais. Fomos realmente mal, poderíamos colocar o Fluminense numa situação mais delicada ainda com uma vitória. A gente não podia dar chance de eles crescerem no jogo, tiveram o domínio maior no primeiro tempo. A gente não tem outra saída a não ser acreditar. O presidente conversou no vestiário, estamos respirando, vamos em busca do nosso objetivo. São cinco jogos e cinco pontos".

Jorginho prefere pensar em partida por partida, já de olho no confronto na Arena Palmeiras.

"Claro que a gente pensa, mas não tem como agir, não adianta eu sofrer antecipadamente. Gosto muito dos livros do Augusto Cury, ele fala da síndrome do pensamento acelerado. Não adianta a gente pensar no Joinville, no Corinthians, se não passar pelo Palmeiras. É ter um bom resultado e voltar a crescer ou pelo menos aproximar de quem está fora da zona de rebaixamento. Não adianta especular, ficar fazendo contas, temos que fazer a nossa parte", afirmou.

O Vasco voltará a campo às 17h do próximo domingo (8), em São Paulo, onde enfrentará o Palmeiras, pela 34ª rodada do Brasileirão 2015.

VAVEL Logo