Santa Cruz vence Botafogo com superioridade e encaminha acesso à Série A
Foto: Vitor Silva/Botafogo

O retorno à Série A do Campeonato Brasileiro está mais perto do que nunca. O Santa Cruz deu mais um grandioso passo nesta tarde de sábado (14) para conseguir o acesso à elite do futebol nacional. Os tricolores foram até o Rio de Janeiro para fazer um confronto o já classificado Botafogo, no estádio Nilton Santos. A equipe pernambucana mostrou superioridade, principalmente no segundo tempo, e acabou vencendo com tranquilidade por 3 a 0. Lelê, Grafite e Bruno Moraes fizeram os tentos do Mais Querido.

Com o resultado desta tarde, o Botafogo perdeu a chance de ficar dependendo apenas de um tropeço do América-MG para garantir o título da Série B. Os alvinegros estão na liderança, com 68 pontos, enquanto o Coelho tem 63 e um jogo a menos, a ser realizado ainda nesta noite. Já o Santa Cruz fica muito próximo de confirmar o acesso à Série A, pois os resultados ajudaram e os tricolores abriram vantagem de quatro. Assim, precisa apenas de uma vitória simples na rodada seguinte. O Mais Querido está na quarta colocação, com 61 pontos. 

A penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro será realizada no próximo final de semana. O Botafogo vai fazer um confronto com o rebaixado ABC, na sexta-feira (20), às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, no Distrito Federal. Já o Santa Cruz terá um compromisso fora de casa no sábado (21), quando vai duelar com o Mogi Mirim, às 16h30 (horário de Brasília), no estádio Novelli Júnior, em Itu, São Paulo.

Alvinegros e tricolores não passam de empate em etapa equilibrada

Com a necessidade da vitória, Botafogo e Santa Cruz entraram em campo buscando o ataque desde o apito inicial. A primeira jogada de perigo aconteceu em favor dos pernambucanos. O atacante Luisinho por muito pouco não marcou um golaço, quando aos dois minutos, deu um belo chapéu no defensor alvinegro e bateu de primeira, assustando a defensiva botafoguense. Momentos depois, a bola foi lançada para Lelê, que ficaria livre, mas o goleiro Helton Leite afastou.

Passada a pressão inicial do tricolor pernambucano, os alvinegros foram trabalhando a bola meio-campo para tentar chegar até o setor ofensivo com perigo e não deixar o adversário com possibilidades. Os donos da casa estavam com bastante dificuldade na saída de jogo, muito por conta da forte e adiantada marcação que os atletas do Mais Querido faziam, atrapalhando assim a ligação do meio para o ataque.

A melhor chance do Botafogo no jogo aconteceu aos 32 minutos. Willian Arão invadiu a área pela direita e cruzou rasteiro para Diego Jardel, que pegou na marca do pênalti e bateu para o gol, mas o zagueiro Danny Morais apareceu muito bem e acabou impedido o tento do alvinegro. Em seguida, o atacante Neílton quase marcou um golaço. Ele foi até a linha de fundo e cruzou na área, Tiago Cardoso não conseguiu cortar e por muito pouco a bola não entrou.

As duas equipes perderam o ritmo com o aproxima do encerramento da etapa. O confronto foi ficando meio sonolento, pois os botafoguenses estavam com a posse da bola, mas erravam muitos, enquanto os tricolores não encontravam espaços para finalizar e levar perigo à meta de Helton Leite. Com isso, o primeiro tempo de partida acabou mesmo ficando no empate sem gols.

Grafite é decisivo e tricolores conseguem vitória com superioridade

Para o segundo tempo, o técnico Ricardo Gomes resolveu fazer uma alteração para melhorar o desempenho no meio-campo. Assim, tirou Camacho e promoveu a entrada de Fernandes, enquanto Marcelo Martelotte preferiu manter os mesmos jogadores da etapa inicial. Com a bola rolando, os pernambucanos tiveram uma grande chance de abrir o placar logo no minuto inicial, quando a bola foi cruzada da área e Grafite finalizou em baixo da meta, mas Helton Leite fez um verdadeiro milagre.

Os tricolores voltaram determinados em abrir o placar e acabaram sendo premiados aos cinco minutos. Lelê puxou contra-ataque pelo meio, acionou Luisinho na esquerda e atacante Coral cruzou rasteiro. Grafite, em posição irregular, dominou ao lado da trave direita e serviu Lelê, que só teve o trabalho de balançar as redes e fazer a festa da torcida tricolor. O segundo gol quase veio aos sete minutos, quando João Paulo arriscou da entrada da área e levou perigo.

Insatisfeito, assim como os torcedores, com o rendimento do time, Ricardo Gomes fez a segunda modificação no meio-campo. Ele tirou Diego Jardel, que saiu vaiado, e colocou o meia-atacante Elvis. Já Martelotte resolveu acionar o volante  Bileu na vaga do lesionado meia-atacante Lelê. Aos 20 minutos, o zagueiro Roger Carvalho quase empatou de cabeça, mas a bola passou por cima da meta defendida por Tiago Cardoso.

Melhor em campo e mais efetivo, o tricolor pernambucano chegou ao segundo tento aos 23 minutos. Daniel Costa acertou lindo passe pelo meio, Luisinho saiu na cara do gol e apenas rolou para Grafite levar a torcida do Mais Querido ao delírio. O escrete do Arruda ainda fez o terceiro aos 31. Allan Vieira cruzou na área e Bruno Moraes desviou para o gol, garantindo assim o triunfo por 3 a 0.

VAVEL Logo