Jemerson comemora convocação repentina: "Emoção inexplicável"
Defensor briga com Gil pela vaga no time titular, ficando atrás na disputa

Após o treinamento secreto realizado na manhã deste domingo (15) no gramado da Arena Fonte Nova, em Salvador, foi realizada a entrevista coletiva com dois atletas da Seleção Brasileira. Um deles foi o zagueiro Jemerson, do Atlético-MG, que contou à imprensa a sensação de ter sido convocado no último instante, sua relação com a terra natal, sua inspiração e seu futuro.

Com apenas 23 anos de idade, o defensor foi chamado pelo técnico Dunga para substituir o companheiro de posição David Luiz, expulso no último clássico contra a Argentina. Com muita espontaneidade, comentou como se sentiu ao ser relacionado para o duelo diante do Peru, pela 4ª rodada das Eliminatórias.

"É uma emoção inexplicável. É a primeira vez, estou meio sem jeito, mas é muito bom. Aos poucos, vou me acostumando. Eu não acreditei. Eu estava voltando para casa após o treino. Achei que era um trote no começo. Liguei para meu empresário para saber se era verdade, mas ele não atendeu. Aos poucos, vai caindo a ficha", confessou.

As boas atuações no time vice-líder do Campeonato Brasileiro chamaram a atenção da comissão técnica do Brasil. Jemerson explicou como foi o início de sua carreira e mostrou que soube aproveitar bem a oportunidade dada, se mostrando orgulhoso com a chegada ao selecionado.

“Isso significa muito para mim. Eu jogava até 16 anos na várzea. Joguei no Confiança na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Fiz um teste no Atlético-MG e fui promovido em 2013. Eu imaginava ser convocado, mas não de repente. As coisas no futebol acontecem muito rápido. É um orgulho muito grande", afirmou.

O jovem defensor é natural de Jeremoabo, cidade localizada a aproximadamente 400 quilômetros da capital baiana. Curiosamente, o zagueiro irá vestir a camisa da Canarinho, pela primeira vez, em seu estado de origem, garantindo estar focado em crescer na carreira e esperando se consolidar.

"Coincidência ser convocado na minha terra. Espero entrar em campo, se tiver a oportunidade. Eu chego respeitando todo mundo. Trabalhando a cada dia para ser convocado mais vezes. Expectativa de trabalhar em um grande clube da Europa e conquistar a Copa do Mundo pela Seleção Brasileira", assegurou.

Totalmente feliz com o momento vivido no Galo e na equipe verde e amarela, Jemerson concluiu com a expectativa de um futuro melhor, com mais oportunidades devido a boas atuações: "Eu sou tranquilo, sorridente, feliz, calmo, técnico e veloz. Sempre imagino coisas boas para mim. Seria uma coisa boa para a minha vida ser convocado mais vezes", finalizou o zagueiro.

VAVEL Logo