Vasco e Corinthians se enfrentam em São Januário no duelo da salvação contra a glória
Vasco e Corinthians, um duelo de Davi contra Golias (Foto: Marcello Neves/ Editoria de Arte VAVEL)

A 35ª rodada do Campeonato Brasileiro 2015 reserva um capítulo bíblico na trajetória do torneio. Isso porque, divididos entre o céu e o inferno, Vasco e Corinthians tentarão escrever histórias felizes após o apito final do árbitro.

Brigando por uma vaga no purgatório, o time carioca quer sair do julgamento final da zona de rebaixamento e ser a pedra no sapato do líder da competição. Invicto contra paulistas neste returno, o Vasco busca o milagre da ressurreição, mas para isso terá de atravessar a fortaleza rival para seguir vivo.

Já o Corinthians quer definir de vez sua condição de líder e não saber de profetas do apocalipse. O alvinegro tentará não depender de resultados rivais para conquistar o paraíso pela sexta vez e vai atrás da vitória, mas para isso precisará passar pela provação de encarar a partida com a seriedade e intensidade necessária, esta que ficou ausente no confronto passado.

O caldeirão de São Januário será o palco do embate entre duas religiões rivais. O jogo promete muito, até pela tensão criada pelas duas nações, onde seus povos não são amistosos e prometem dar muito trabalho para a polícia carioca. A possibilidade da volta olímpica, em casa cruz-maltina, pode acontecer pela primeira vez e sua torcida quer evitar isso de toda maneira.

Para o jogo, Anderson Daronco, auxiliado por Alessandro da Rocha Matos e Fabiano Ramires, serão os árbitros. Dito por muitos como os melhores do país, terão a enorme responsabilidade de não cometer nenhum pecado capital.

Vasco da Gama: os humilhados serão exaltados?

O ano começou bom para o cruzmaltino. Com o título carioca, o Vasco deixou a impressão de que brigaria por algo neste Brasileiro. Com um elenco cheio de nomes conhecidos, e bancado pelo Sumo Sacerdote Eurico Miranda, a equipe foi sucumbindo às pragas enviadas após muitas promessas não cumpridas.

Por muito tempo ocupou o mais profundo dos portões do inferno, mas carregando sua cruz pesada, vem conseguindo superar cada um dos sete pés para bater próximo da porta de saída da casa dos horrores. O já condenado time vascaíno se vê próximo da salvação, mas, para já conseguir nesta rodada, precisará vencer o gigante líder da competição e contará com sua apaixanada torcida para fazer esse milagre se realizar.

O comandante da tropa Jorginho terá o reforço do menino Rafael Silva no setor de ataque. Já no meio, o veterano de guerra Nenê está confirmado e comandará o exército. O camisa 10 falou sobre a tensão da partida, mas garantiu empenho total.

"É mais uma final. O jogo mais decisivo sempre é o próximo e esse é mais ainda por faltar poucas rodadas para o fim. Nós temos grandes chances de sair da zona de rebaixamento. Estaremos jogando nossa vida na partida. Vai ser sim um jogo tenso, onde os dois times querem ganhar, mas vai ser um bom espetáculo de futebol."

Os prováveis 11 apóstolos vascaínos serão Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan, Julio Cesar; Serginho, Diguinho, Nenê, Andrezinho; Rafael Silva, Riascos. Técnico: Jorginho.

Nenê tenta fazer um verdadeiro milagre com o Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
Nenê tenta fazer um verdadeiro milagre com o Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Corinthians: um final feliz para o novo "Golias"

A história diz que um enorme guerreiro de quase 3 metros saiu de sua tribo para desafiar os israelitas, equipado de armaduras e armas que pesavam mais de sessenta quilos. Mas esse gigante guerreiro sucumbiu para um baixinho e esperto jovem, equipado com apenas pedras, mas muita inteligência e fé. Foi mais ou menos assim que o Corinthians viveu seus piores momentos, sofrendo como Golias, e novamente passará por isso, no jogo que pode dar o seu sexto título nacional. Será que dessa vez o Golias vencerá David?

O ano de 2015 pode se encerrar logo mais para o Timão. Uma temporada de provações, castigos, traições e que pode terminar com a chegada ao paraíso de forma antecipada. Mas engana-se quem pensa que o caminho do time paulista foi uma maravilha. Comandados com a mão milagrosa de Tite, a equipe conheceu o éden muito cedo ao ser imbatível no Paulistão e começar de forma divina a Libertadores. Mas cometeu o pecado mortal de achar que estava tudo ganho e foram expulsos de forma trágica, ao serem eliminados em seu próprio templo dessas duas competições.

Perdendo suas maiores divindidades, a torre de Babel desmoronou. Só que o time paulista não chorou os escombros da guerra e tratou de trabalhar. Tite mudou da água para o vinho e fez o milagre da multiplicação das vitórias. Foram quase 19 rodadas sem saber o gosto amargo de um revés. Muitos quiseram pregar o apocalipse ao dar à arbitragem os louros das conquistas, mas nada disso tira os méritos corintianos.

Sem querer depender de uma nova carta de São Paulo aos Coríntios, o líder vai em busca da vitória, mesmo sabendo das enormes provações que passarão. Uma delas será os vários desfalques. Dos quatro jogadores convocados por Dunga para a Seleção Brasileira, apenas Cássio tem a certeza de que jogará. Gil, Elias e Renato Augusto deverão começar no banco. Com isso, Edu Dracena, Rodriguinho e Bruno Henrique serão os responsáveis por escrever no papiro da história, as chances do sexto triunfo nacional.

Jádson, confirmado entre os titulares, falou sobre o sonho quase realizado de levantar os louros da conquista. Para ele, essa é a chance de escrever seu nome junto à nação corinthiana.

"Um dos meus sonhos é ser campeão brasileiro, e estou tendo esta oportunidade, mas faltam alguns passos. Alguns jogadores, como Danilo, Ralf e o Cássio já foram campeões aqui. Vou em busca de gravar meu nome na história do clube. Tomara que eu consiga ser campeão."

A vitória define o título para o Corinthians, que poderá levantar a taça de fato e fazer festa no domingo, logo contra o São Paulo, diante da Fiel, na terra prometida de Itaquera. Para isso, os 11 que devem iniciar a partida serão Cássio; Edílson, Felipe, Gil, Arana; Ralf; Jádson, Rodriguinho, Bruno Henrique, Malcom; Vágner Love. Técnico: Tite.

A VAVEL Brasil trará para você, todos os detalhes desse clássico do futebol brasileiro que será uma verdadeira saga bíblica. A luta pela salvação contra a busca pela glória. Acompanhe durante todo o dia, todas as informação de Vasco x Corinthians, com o melhor tempo real, minuto a minuto da internet brasileira.

Vagner Love superou as críticas e tornou-se o redentor corintiano (Foto: Gustavo Magnusson/Fotoarena)
Vagner Love superou as críticas e tornou-se o redentor corintiano (Foto: Gustavo Magnusson/Fotoarena)
VAVEL Logo