Levir lamenta erros de arbitragem durante Brasileirão, mas dá méritos ao Corinthians

Após sucumbir perante o São Paulo no Morumbi e ver o Corinthians finalmente soltar o grito de campeão, o treinador do Atlético-MG, Levir Culpi, seguiu repudiando os recorrentes erros causados pela arbitragem durante o Campeonato Brasileiro de 2015. Em entrevista coletiva após a partida dessa quinta-feira (19), o comandante manteve o tom crítico dos últimos jogos para falar sobre os erros dos árbitros.

Aquilo [os erros de arbitragem] já aconteceu. Ninguém vai apagar aquilo. Pelo contrário, na rodada passada, nós tivemos sérios problemas de arbitragem. Não foi com o Atlético, mas vocês viram durante a rodada toda. Então, criou-se uma dificuldade maior para os árbitros com a mudança de umas regras, que, para mim, é ridícula. Isso criou um problema na arbitragem como nunca tivemos”, explicou.

No entanto, Levir Culpi não deixou de reconhecer o excepcional campeonato do Corinthians. “Os pontos que perdemos por causa da arbitragem não voltam mais. Eles foram perdidos. Há quanto tempo nós não temos um campeonato com tantas reclamações de arbitragem? Isso todo mundo vai concordar comigo. Agora, isso não vai tirar o brilho da conquista do Corinthians. O Corinthians foi o time melhor treinado, com melhor ataque, melhor defesa, venceu o Atlético duas vezes... Não tem nada a ver com a situação”, enalteceu.

Deixando os erros de lado, Levir comentou sobre a partida diante do São Paulo e destacou as mexidas do treinador interino Milton Cruz no segundo tempo. “As substituições mudaram muito a parte tática do time. Isso confundiu um pouco o nosso sistema defensivo. Eles acertaram também alguns chutes impressionantes. Então, foi mérito do São Paulo. O jogo foi muito aberto, só o resultado que foi ruim”, avaliou.

Questionado se durante a temporada faltou mais ajuste à defesa atleticana, que sofreu muitos gols nas últimas rodadas, Levir afirmou: “Com certeza, porque na verdade nós não temos um time completamente ajustado. O time, sinceramente, tem que melhorar. Mas é realmente um descontrole do sistema defensivo. Poderia – e deverá ser – mais equilibrado, mas nós temos um bom time, que joga regulamente bem em busca da vitória. Mas não é um timaço que não tem falhas, tanto para o sistema defensivo quanto para o ataque”.

Renovação

Ainda sem saber que irá renovar contrato com o Atlético para 2016, Levir Culpi mostrou desejo de permanecer em Belo Horizonte e elogiou o ambiente acolhedor de comissão técnica, diretoria e torcida.

Eu posso afirmar que, se eu for permanecer no Brasil, acho que a melhor situação é continuar no Atlético. Já é a quarta vezes que eu treino o Atlético, então há muita empatia com a comissão técnica, diretoria e torcida. É uma coisa muito interessante que aconteceu na minha carreira. Seria um prazer muito grande continuar. Iniciamos uma conversa em relação ao contrato, mas ela ficou estagnada. A diretoria não me chamou para conversar e eu estou esperando.

Levir, por fim, falou sobre a importância de reforçar o elenco atleticano para 2016. “Embora o Atlético já esteja confortável em relação ao elenco, é claro que o clube deverá fazer mais contratação para o ano que vem, porque aumentou muito o número de jogos. Então, carece de um elenco com mais qualificação, mas isso é uma situação que tem que ser discutida depois. Eu já tive uma conversa com o Maluf [diretor de futebol do Atlético], mas isso foi há um mês e meio”, finalizou.

VAVEL Logo