Santa Cruz duela com rebaixado Mogi Mirim visando confirmar retorno à elite
Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz

A Série B do Campeonato Brasileiro terá sua penúltima rodada realizada neste sábado (20). Em campo, estarão em jogo as últimas vagas do G-4 e do Z-4. No estádio Novelli Júnior, em Itu, São Paulo, às 17h30 (horário de Brasília), o Santa Cruz poderá confirmar o retorno à elite do futebol nacional o confronto diante do rebaixado Mogi Mirim, caso obtenha uma simples vitória.

O Santa Cruz chega para este confronto embalado. Os tricolores não sabem o que é perder há cinco rodadas, sendo um empate e quatro vitórias seguidas. Assim, estão no G-4 da competição nacional, com 61 pontos, quatro a mais que o quarto, quinto e sexto colocado Bragantino, Náutico e Sampaio Corrêa, respectivamente. Desta maneira, basta triunfar pelo placar mínimo que estará confirmado na Série A do próximo ano.

Já o Bragantino chega para este embate sem pretensões. O time não conseguiu fazer um campeonato bom e acabou vivendo a maior parte na zona e rebaixamento, assim, teve o retorno à Série C do Campeonato Brasileiro confirmado há algumas rodadas. Resta ao time tentar um milagre para não terminar na lanterna, em que está com apenas 23 pontos, quatro a menos que o 19º colocado, o Boa Esporte.

Para a partida decisiva desta tarde, a arbitragem vem diretamente de Goiás. O responsável por apitar os 90 minutos de Mogi Mirim e Santa Cruz será Wilton Pereira Sampaio, que pertence ao quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Fifa. O mesmo terá como auxiliares os conterrâneos Jesmar Benedito Miranda de Paula e Leone Carvalho Rocha, ambos do quadro da CBF.

Vivendo grande crise, Mogi Mirim tenta encerrar jejum de vitórias

A fase é muito difícil. Com o estádio interditado, até por isso o jogo será em Itu, o Mogi Mirim vem buscar, pela última vez, encerrar o jejum de vitórias dentro da casa nesta Série B, em que a equipe não conseguiu ser páreo para os demais clubes. A crise é grande e até a troca de presidente virou uma constância. Só nesta competição, o time teve três mandatários à frente do cargo principal.

Para este confronto, o técnico Toninho Cecílio não deve fazer grandes modificações. O time não conta com jogadores suspensos. Desta maneira, é bastante provável que o treinador coloque em campo a base que acabou sendo derrotada pelo ABC na última rodada, no estádio Frasqueirão, em Natal, no Rio Grande do Norte, por 3 a 1. O escrete paulista deverá ser montado no 4-4-2.

Autor do único tento do Sapão na última rodada, deverá ficar no comando do ataque ao lado de Keké. A armação das jogadas no meio-campo estará a cargo de Gustavo Costa e Everaldo, enquanto a cabeça de área será feita por Henrique Motta e Romarinho. Já a dupla de zaga do clube paulista será formada pelos defensores Renato Camilo e Paulão, que terão ainda completando a linha defensiva os laterais Michel Tiago, na direita, e o esquerdo Dieguinho.

O atacante Jô espera balançar as redes novamente nesta tarde diante do Santa Cruz. O centroavante vê essas oportunidades como uma boa chance de apresentar seu futebol e conseguir uma vaga no grupo que estará disputando o campeonato Paulista no próximo ano. “É um momento de avaliação do grupo, já não temos chances de conseguir mais nada na Série B. Então, para mim, o mais importante atuar bem para conseguir uma vaga no grupo que jogará o Paulistão”, avaliou o atacante.

Mesmo com desfalque de peso, Martelotte não faz mistério em relação à escalação

Quando os campeonatos vão chegando em seu momento decisivo, é bastante comum os técnico fazerem mistério durante os treinamentos e só revelar a escalação momentos antes do apito inicial. No Santa Cruz, não está acontecendo isso. A única coisa fora do habitual foi adiantar a viagem para São Paulo por conta da oba-oba da torcida no Recife. Em relação aos 11 titulares, Marcelo Martelotte não escondeu o jogo.

O tricolor Pernambuco chega para este confronto com dois desfalques, sendo um indispensável por tudo que representa para o clube, que é o centroavante Grafite, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, assim como o atacante Lelê. Na vaga do primeiro, quem entrará é Bruno Moraes. Este vem correspondendo sempre que acionado, enquanto Renatinho atuará no lugar de Lelê.

O técnico Marcelo Martelotte admite que a expectativa para este confronto é igual o dos torcedores, por tudo que representa para o clube pernambucano.  No entanto, apesar disso, o treinador destaca a necessidade de manter o foco durante os 90 minutos para não deixar escapar essa grande chance.

“Estamos vivendo a mesma expectativa dos torcedores. A diferença é que temos que trabalhar para que o acesso aconteça nesse jogo. Não adianta ficar apenas sonhando, pensando, tenho uma visão do que seria o jogo se não trabalharmos. A concentração é total. Todos estão esperando para que essa partida chegue e possamos fazer nosso trabalho”, pontuou o treinador.

VAVEL Logo