Mano Menezes critica postura do Cruzeiro no segundo tempo: "A equipe deixou de jogar"
Foto: Divulgação / Cruzeiro

O Cruzeiro, ainda sonhando em chegar ao G-4 do Campeonato Brasileiro, enfrentou o time misto do Palmeiras, na noite deste sábado (21), no Allianz Parque, e conseguiu apenas um empate – com gosto de derrota. A Raposa fez ótimo primeiro tempo, controlando totalmente a partida e até chegou a abrir o placar com Marcos Vinicius. Na volta para o segundo tempo, a equipe estava apática, sem criatividade e acabou cedendo o empate, que acabou com as chances de classificação para a Libertadores. 

Mano Menezes, como de costume elétrico à beira do gramado, chegou a ser expulso durante a segunda etapa. Após o gol de empate alviverde, Mano reclamou de maneira veermente do lance que deu origem ao tento: Leandro Almeida deu uma joelhada nas costas de Willian e recebe apenas amarelo. Enquanto Willian era atendido fora do gramado o Palmeiras conseguiu seu gol; Mano também já tinha sido advertido verbalmente minutos antes do lance.

O Leandro Almeida em momento algum foi na bola. Foi visivelmente com uma joelhada para atingir as costas do Willian bigode, como o estádio inteiro viu. Ele saiu para ser atendido fora de campo. O árbitro viu que ele estava pronto para voltar e não quis autorizar. Ele não quis. Eu disse a ele que ele nos prejudicou duas vezes. Já devia ter dado o cartão vermelho e depois não deixou o jogador voltar”, disse o treinador. 

Exatamente enquanto estávamos com um homem a menos, sofremos o gol de empate. O árbitro não achou ruim sobre o conteúdo [da reclamação], achou que o conteúdo estava mais ou menos certo. Ele falou que eu levantei os braços demais”, completou. 

Apesar das severas criticas à arbitragem, Mano Menezes fez questão de atribuir o empate aos erros do próprio Cruzeiro. Segundo ele, o time perdeu muitas chances para se tranquilizar na partida e acabou pagando por isso no fim. 

Fizemos um primeiro tempo muito bom. Fizemos 1 a 0 e deveríamos ter ampliado, pela imposição em campo. Não aproveitamos para fazer um placar maior e voltamos apáticos no segundo tempo. Fizemos um jogo muito ruim para o padrão que estávamos fazendo. A equipe deixou de jogar. E quando você deixa de jogar, está sempre sujeito a uma bola erguida na área, como acabamos tomando o gol de empate”, afirmou o técnico.

VAVEL Logo