Ainda sem vitória em clássicos no Brasileiro, Figueirense recebe Chape atrás de tranquilidade
Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Vindo de importantes vitórias na última rodada, Figueirense e Chapecoense se enfrentam no Orlando Scarpelli tentando quebrar tabus. Em cinco jogos contra times catarinenses no Campeonato Brasileiro, o Figueira não venceu nenhum, mas mantém uma boa sequência contra a Chape. Nos últimos oito encontros, foram quatro vitórias alvinegras e quatro empates.

Neste ano, foram quatro encontros entre as equipes, com duas vitórias do Figueirense e dois empates. O último deles, no primeiro turno do Brasileirão, a Chapecoense abriu 2 a 0, com gols de Bruno Rangel e Tiago Luís, mas Dudu e Marcão garantiram o empate do Figueira.

Hudson Coutinho trata jogo como grande decisão para confirmar Figueira na elite

A vitória fora de casa contra a Ponte Preta por 1 a 0, na última quarta-feira (18), foi essencial para manter o Figueirense fora da zona de rebaixamento. Com 39 pontos, o Alvinegro está em 15º lugar, dois pontos a frente do primeiro time no Z-4 e, se vencer, combinado com uma derrota do Coritiba, pode deixar o time muito próximo da presença na elite do Brasileiro.

O técnico Hudson Coutinho exaltou a importância da partida deste domingo (22), e, apesar da Chapecoense já ter garantido a permanência, espera uma partida muito complicada no Scarpelli.

"Cada jogo é uma decisão e esse jogo é o da confirmação. A cada jogo a gente demonstra isso, são decisões. É o jogo da confirmação e a necessidade de vitória é muito grande. Se vencermos, a gente dá um passo muito grande para a permanência. A Chapecoense ainda busca a classificação para a Sul-Americana, eles têm esse ponto ainda para conquistar e isso é bom para o clube e para os atletas. A gente realmente está nos preparando para esse jogo difícil", afirmou.

Em relação a partida anterior, o meia Carlos Alberto, suspenso, fica de fora. Seu substituto deve ser Rafael Bastos. Já João Vitor, que ficou fora do último jogo pelo acúmulo de cartões amarelos, volta para o time no lugar de Paulo Roberto. Os outros desfalques por contusão do treinador Hudson Coutinho, são o goleiro Felipe e os volantes Luan e França.

Chape espera quebrar tabu para fechar ano com "chave de ouro"

A vitória em casa diante do Internacional na quinta-feira (19), por 1 a 0, garantiu matematicamente a Chape na próxima edição do Brasileiro. Na 13ª colocação, com 46 pontos, o Verdão do Oeste já abriu nove pontos para o Z-4 e, faltando três rodadas, não pode mais ser alcançado pelo Coritiba.

Assim, diante do Figueirense, a Chapecoense vai em busca de quebrar o tabu contra o rival. Nos últimos oito jogos, foram quatro empates e quatro derrotas. A última vitória do Verdão foi por 2 a 0 em junho de 2013 pela Série B, no Orlando Scarpelli, palco da partida desta rodada.

O atacante Ananias espera que o time consiga essa vitória para acabar com a sequência ruim contra o rival e também, para colocar o time em uma posição favorável para a classificação à Sul-Americana do ano que vem.

"Por ser clássico, nos últimos jogos a gente empatou ou perdeu. Está terminando o ano, então tem que vencer para fechar o ano com chave de ouro. Eles querem continuar na Série A, mas eles que resolvam o problema deles. A gente não tem nada a ver com isso", disse.

O técnico Guto Ferreira não poderá contar com suas duas principais opções para o ataque: Túlio de Melo está suspenso e Bruno Rangel sentiu um desconforto muscular. Além disso, o goleiro Danilo machucou o joelho num acidente doméstico e o zagueiro Neto está tratando de uma lesão.

VAVEL Logo