Flamengo empata com Ponte Preta e equipes despedem-se do sonho da Libertadores
Gabriel foi o autor do gol do Flamengo (Foto: Divulgação Flamengo/Site Oficial)

Flamengo e Ponte Preta empataram a partida realizada nesse domingo (22), em jogo realizado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Os gols da partida foram marcados por Gabriel, para o Flamengo e Diego Oliveira para a Ponte Preta.

A equipe carioca chega aos 49 pontos e continua na 11ª colocação, já a Ponte chega aos 51 e sobe uma colocação. Ambas dão adeus ao sonho de disputar a Copa Libertadores de 2016.

Primeiro tempo aberto, com boa participação dos goleiros

O primeiro tempo da partida caracterizou-se por ter sido um jogo aberto, sem o domínio de uma das duas equipes. Poderia ter sido diferente, se o gol marcado pela Ponte não tivesse sido anulado logo aos quatro minutos de jogo, quando o árbitro marcou mão de Cristian, em lance duvidoso,  argumentando que ele a usou para colocar a bola para dentro do gol, na primeira jogada do atacante Biro-Biro.

Aos 10 minutos, o Flamengo quase perdeu seu principal jogador, Guerrero sentiu uma leve lesão e quase foi substituído por Kayke. Um pouco depois, a macaca chegou bem mais uma vez, quando Élton chutou de fora, Paulo Victor defendeu e Clayson perdeu uma ótima oportunidade de abrir o marcador. No primeiro lance de perigo rubro-negro, Guerrero, que havia sentido uma lesão pouco tempo antes, finalizou de bate pronto, após escanteio cobrado por Alan Patrick, obrigando Lomba a realizar boa defesa, em lance de puro reflexo.

Quando o cronômetro marcava 18 minutos de jogo, Márcio Araújo errou passe, entregando a bola nos pés do centroavante Alexandro, que não escolheu a melhor opção de passe e a Ponte acabou perdendo uma boa chance.

Gabriel foi o jogador do clube carioca que mais tentou jogadas e em duas jogadas seguidas, o meia cruzou a bola na área, na primeira tentativa o cruzamento foi cortado pela defesa pontepretana e a segunda foi dominada e finalizada pelo peruano Guerrero, chutou a bola para fora.

Se do lado rubro-negro Gabriel foi o destaque, do lado paulista, Biro-Biro foi mais uma vez o jogador que mais partiu para cima. Tendo participado da jogada do gol anulado, o atacante, que pertence ao Fluminense, realizou mais uma jogada finalizada pelo meia Clayson e defendida parcialmente por Paulo Victor, que deu rebote para Fernando Bob chutar para longe do gol. Pouco tempo depois, o atacante finalizou de fora da área e Paulo Victor segurou.

Em mais um lance protagonizado por Guerrero e Lomba, o atacante peruano cabeceou bem e o goleiro fez segura defesa, após falta cobrada por Alan Patrick, que tirando as cobranças de bola parada pouco fez durante a primeira etapa. 

Segunda etapa com gols e emoção até os minutos finais

 A Ponte Preta voltou com a mesma equipe que deixou o primeiro tempo, já o Flamengo voltou alterado: Airton e Canteros entraram nas vagas de Everton e Jonas, respectivamente.

Logo no começo da segunda etapa, Guerrero perdeu uma ótima chance de abrir o placar, após falha do zagueiro Renato Chaves. Minutos depois, foi a hora da Ponte assustar e Biro-Biro lançou Clayson, mas o árbitro marcou impedimento, em lance duvidoso.

Aos 10 minutos, o placar foi aberto pelo jovem Gabriel que realizou belo drible em cima de Renato Chaves e finalizou na saída de Lomba, após belo passe de peito de Guerrero. Pouco tempo depois, Gabriel recebeu na direita e passou para Airton, que chutou por cobertura, quase marcando um golaço.

Já aos 24’, Alan Patrick perdeu uma bela chance de ampliar, em lance esquisito, que resultou na lesão do goleiro Marcelo Lomba. Gilson errou o passe e entregou para Guerrero dentro da área, que não conseguiu finalizar, driblou Lomba, o machucando, tocou para Ederson que serviu Alan Patrick que finalizou para fora, sem goleiro.

A Macaca chegou ao empate aos 32 minutos, com o gol de Diego Oliveira, que entrou no lugar de Cristian. Biro-Biro cobrou escanteio e o meio-campo chutou para cima, sem dar chances ao goleiro Paulo Victor.

Após o gol, a partida ficou parada durante aproximadamente cinco minutos devido ao atendimento ao goleiro Lomba, que se lesionou minutos antes. Aos 42’, Diego Oliveira, o autor do gol, foi para o gol e permaneceu ali por 10 minutos. Nesses dez minutos, o Flamengo lançou-se ao ataque em busca do gol da vitória, mas Biro-Biro ainda perdeu uma ótima chance de marcar aos 43’. A defesa da Ponte se segurou e não permitiu o gol da vitória flamenguista. 

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Atlético-PR, na Arena da Baixada, no próximo domingo (29). E a equipe de Campinas jogará contra o Avaí, na Resscada.

VAVEL Logo