Argel Fucks exalta triunfo no clássico Gre-Nal: "Além do resultado, uma grande exibição"
Foto: Alexandre Lops / Internacional

Após a vitória no clássico Gre-Nal 408, Argel Fucks concedeu entrevista no estádio Beira-Rio. O técnico exaltou o triunfo conquistado e a permanência na luta por vaga na Copa Libertadores. O Internacional encerra a 36ª rodada na 6ª colocação, com 56 pontos. Sobre a partida contra o Grêmio, o treinador falou

"Então a nossa equipe soube envolver, soube pressionar. Em momentos, teve a marcação mais alta. Em outros momentos, deixou o adversário sair. A nossa equipe conseguiu fazer uma grande partida. Ganhar do nosso maior rival e convencer. O placar poderia ter sido um pouco mais elástico pelo que a equipe conduziu durante os 90 minutos. Além do resultado, uma grande exibição."

Sobre o meia Anderson, que deixou o campo no segundo tempo, o técnico Argel elogiou o atleta e o rendimento crescente do jogador, bastante questionado por imprensa e torcedores em outros momentos:

"O Anderson pediu pra sair. Já estava no limite do limite. Você jogar uma partida em Chapecó em gramado pesado, molhado. Perdemos o jogo. O desgate é maior, os jogadores correram muito. Claro que você leva uma carga de desgaste para um jogo importante como esse. Então Anderson se doou muito lá e pesou um pouco. Foi uma decisão do Anderson de me perguntar, senão não havia porque tirá-lo. Fez uma partida muito boa, assim como havia feito em Chapecó."

Por fim, Argel desabafou sobre os desfalques que haviam na equipe e sobre as condições que o permitem sonhar com a vaga na competição sul-americana da temporada seguinte: "Ao invés de lamentar as ausências, em vez disso eu trabalho. Tenho dedicação. Os jogadores entenderam a forma de eu trabalhar. Só ambiente não dá, é preciso trabalho, com parte técnica e parte física", comentou o técnico sobre sua caminhada no comando técnico do Internacional.

"Futebol não é como começa, mas é como termina. E ainda não bateu o sino. No ano passado, o Internacional foi à Libertadores aos 51 minutos do segundo tempo. A gente procura manter a tranquilidade e manter o equilíbrio", finalizou o comandante colorado.

VAVEL Logo