Em jogo de vida ou morte, Vasco enfrenta Santos buscando se manter vivo na Série A
Foto: Divulgação/Santos FC

É tudo ou nada! Neste domingo (29), o Vasco recebe o Santos em São Januário, às 17h (de Brasília), em jogo de vida ou morte. Ao cruz-maltino, somente a vitória interessa para manter vivo o sonho de ficar na primeira divisão do Campeonato Brasileiro em 2016. Já o Santos, jogará cumprindo tabela e com o time reserva visando a final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira.

As duas equipes vivem momentos de decisão. Na próxima quarta-feira, o Santos decide a Copa do Brasil contra o Palmeiras, por conta disso, os reservas enfrentarão o Vasco. Um alívio para os vascaínos, que precisam vencer para manter vivo o sonho de ficar na Série A. E a decisão do Vasco é hoje.

Dependendo de resultados, Vasco precisa vencer o Santos para brigar por permanência na Série A

A situação do Vasco é difícil. Mas já foi pior, acredite. Hoje, é dia de decisão para o cruz-maltino. Erros não podem ser tolerados. Somente a vitória interessa para chegar vivo na última rodada do Brasileirão. O técnico Jorginho mantém sua confiança sobre a salvação do clube e garante que será mais gostoso no sufoco.

"Tenho (confiança que o Vasco vai escapar). Desde que cheguei aqui me coloquei dessa forma. Às vezes chegaram a falar que se o Vasco descesse matematicamente eu ainda estaria acreditando numa possível situação, um possível milagre (risos). A pontuação do Vasco no segundo turno, a confiança dos jogadores aumentou, os chutes a gol estão acontecendo, antes em alguns jogos a gente não conseguia nem chutar. Vimos um crescente da nossa equipe, e os adversários vão ter jogos difíceis. Eu continuo confiante. Vai ser no sufoco, vai ser no choro, mas assim é mais gostoso", disse o técnico.

Apesar do Santos jogar com os reservas, o treinador cobrou atenção de seus jogadores porque nessas situações pode mais atrapalhar do que ajudar, já que os reservas costumam entrar com vontade para mostrar serviço. Jorginho garantiu que estudou bem o time do Santos com seus jogadores.

"Nós observamos a equipe do Santos contra o Coritiba, é muito provável que seja equipe parecida com aquela. Santos está onde está no Brasileiro, na Copa do Brasil, porque tem grande plantel. Não tem situação de que jogador reserva. É só tirar da minha equipe, temos um plantel um pouco mais inferior do Santos, mas vários jogadores que estavam no banco jogavam e eram reservas. Futebol é de momento. A gente vai estar muito atento, vimos que eles tinham condições de empatar e virar esse jogo, então vai ser muito perigoso", afirmou.

Já em relação à escalação do Vasco, Jorginho despista, mas não tem muito o que esconder. Na defesa, Rafael Vaz é o substituto natural do suspenso Luan. No meio de campo, a tendência é que Serginho siga ao lado de Diguinho. A dúvida é no ataque: Rafael Silva ou Jorge Henrique ao lado de Riascos? O técnico faz mistério e abre possibilidade para escalar até mesmo os dois juntos logo de cara.

"Isso aí pode acontecer também (Rafael Silva e Jorge Henrique juntos). São dois jogadores extremamente importantes para a nossa equipe, cada um dentro da sua característica. Sempre bom poder contar com os dois, podemos contar com eles seja jogando ou no banco, estão sempre dispostos, são de extrema qualidade, têm feito diferença no nosso grupo. Vamos definir", finalizou.

Focado na decisão da Copa do Brasil, Santos jogará com time de reservas

De olho na final Copa do Brasil, o técnico Dorival Júnior, do Santos, decidiu poupar os titulares do jogo deste domingo, contra o Vasco, às 17h (de Brasília), em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. O problema é que o treinador tem poucas opções para a zaga. Como solução, deve relacionar o jovem Lucas Veríssimo, do time sub-20. 

O defensor de apenas 20 anos está suspenso da final do Campeonato Paulista sub-20, entre Santos e Corinthians, na arena do rival, às 11h (de Brasília) deste sábado, e deve ter a primeira oportunidade entre os profissionais. O garoto treinou no CT Rei Pelé na última sexta-feira e pode ficar no banco em São Januário. Isso porque apenas Werley e Leonardo do elenco comandado por Dorival Júnior estão à disposição para o jogo contra o Vasco. Paulo Ricardo, que poderia atuar, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. 

Enquanto os reservas estão no Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, os titulares ficaram em São Paulo para realizar treinos para a grande decisão da Copa do Brasil na próxima quarta-feira.

"Fizemos os primeiros exames, que deram o maior índice de fadiga em toda a competição. Numa média geral, os jogadores estavam muito mais saturados ontem do que vinha acontecendo após cada uma das partidas. É para terem uma ideia do quanto representa o lado emocional de uma partida tão complicada", explicou assim o técnico Dorival o motivo de utilizar os reservas contra o Vasco.

O único titular do Santos deve ser o goleiro Vanderlei, já que o goleiro reserva Vladimir foi expulso mesmo no banco de reservas na partida contra o Coritiba. Aliás, Vanderlei é o goleiro mais decisivo do Campeonato Brasileiro, com 28 defesas difíceis e 12 gols sofridos.

VAVEL Logo