Josué diz que vontade é de permanecer no Atlético-MG, mas vê renovação distante
Durante toda temporada 2015, Josué atuou em apenas 20 jogos (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O volante Josué, que não teve muitas chances nesta temporada com o treinador Levir Culpi, ainda espera o chamado da diretoria para renovar contrato com o Atlético-MG. No entanto, embora demonstre vontade de ficar na Cidade do Galo, o jogador acredita que o acerto com o clube mineiro está distante.

Não é um jogo que vai fazer com que eu renove meu contrato. Ainda não conversei com a diretoria do Atlético. O clube passa por uma transição no comando técnico. A gente ainda não conversou, está distante. A minha vontade é permanecer. Isso depende de um acordo de ambas as partes”, afirmou o atleta, nesta segunda-feira (30), em entrevista coletiva na Cidade do Galo.

Josué, que atuou em apenas 20 partidas pelo Atlético em 2015, admite que teve um ano abaixo do esperado. O camisa 28 ainda citou a preferência de Levir Culpi pelo esquema tático com apenas um volante (Rafael Carioca), limitando suas chances de entrar em campo.

O ano, para mim, não foi bom. Tive algumas oportunidades de jogar, mas, pela filosofia do Levir, ele optou por outros jogadores para manter um time mais ofensivo. Isso faz parte do futebol. Em momento algum vim aqui para me manifestar de uma forma negativa. Me vejo em condições de jogar ainda, ano que vem vou jogar. Se não permanecer aqui, vou para outro clube”, avisou.

Não é pessimista. Sou realista. Para permanecer em um clube como o Atlético você tem que se sentir útil, tem que ser útil. Esse ano para mim não foi bom. Se eu permanecer, quero ajudar mais”, encerrou Josué, que está no Galo desde 2013 e anotou cinco gols.

VAVEL Logo