Ceará critica demora da diretoria celeste para negociar renovação de contrato: "Já passou da hora"
Ceará atuou em 133 partidas pela Raposa, até o momento (Foto: Washington Alves/Light Press)

Um dos jogadores mais experientes do atual elenco do Cruzeiro, ainda não sabe se irá permanecer no plantel de 2016. Trata-se do lateral-direito Ceará, que atua com a camisa celeste desde 2012, e que está em vias de ter o vínculo com a Raposa, expirado no mês de dezembro.

Embora esteja com o contrato se encerrando, Ceará garantiu que não foi procurado por nenhum dirigente da Raposa para negociar a renovação, fato este que está gerando queixas por parte do jogador. O lateral garantiu que se depender de sua vontade, permanece na equipe na próxima temporada.

"Acho que já passou da hora de a gente iniciar uma conversa sobre essa situação. E, se depender de mim, tenho deixado claro que permanecerei em 2016 no Cruzeiro. Só não ficarei se, por ventura, os dirigentes não quiserem”, disse Ceará.

Assim como o camisa 2, outros jogadores também estão com os contratos quase expirados. Casos do volante Charles, do meia-atacante Júlio Baptista e do centroavante Leandro Damião. Ceará ainda classificou a situação dos dirigentes celestes como "cômoda".

“Na verdade, cada um tem uma postura. Os dirigentes adotaram essa postura de conversar com os atletas que finalizam o contrato somente depois da competição, uma vez que são quatro atletas, dois já passaram dos 30 e os outros dois não se firmaram como titulares da equipe. Então é cômodo para os dirigentes ficarem numa situação como essa", disparou.

Apesar da indefinição de sua permanência, Ceará garantiu estar se empenhando na titularidade da Raposa. O lateral completou a crítica aos dirigentes, afirmando que se fosse mais jovem, a renovação de seu contrato estaria encaminhada, e usou o goleiro e capitão da equipe, Fábio, como exemplo.

“Se fosse um jovem, eles já teriam agilizado a situação. Com um ídolo como o Fábio, agilizaram o quanto antes. Então é cômodo para os dirigentes. A gente continua fazendo o trabalho de cabeça erguida. Continuo me dedicando. A gente se dedica, em primeiro lugar para Deus e, depois, para uma agremiação que tem uma história formidável como o Cruzeiro”, concluiu.

VAVEL Logo