Atlético-MG bate Grêmio em falha do goleiro Vitor e vai à final da Copa Ipiranga sub-20
Foto: Divulgação/Clube Atlético Mineiro

Atlético-MG bate Grêmio em falha do goleiro Vitor e vai à final da Copa Ipiranga sub-20

Chutaço de Thalis no primeiro tempo definiu o resultado no estádio da PUC e Galo mineiro irá enfrentar São Paulo na final do torneio nacional

HenriqueKonig
Henrique König

No estádio da Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre, Grêmio e Atlético-MG duelaram pela semifinal da Copa Ipiranga sub-20, antigamente chamada apenas de Campeonato Brasileiro sub-20. O Galo venceu o Tricolor em golaço anotado por Thalis, ainda no primeiro tempo. O goleiro Vitor foi surpreendido pelo foguete de longe e não conseguiu a defesa. O placar mínimo de 1 a 0 permaneceu até o final.

O adversário do Atlético-MG será o São Paulo, que bateu o Palmeiras por 2 a 1 mais cedo, na primeira semifinal. A decisão será no domingo (20), às 19h, também em Porto Alegre. Ambos buscam o primeiro título da competição.

Tricolor é melhor, mas Atlético abre o placar em chutaço de Thalis

O Grêmio começou melhor na partida. Após o estudo entre as equipes nos primeiros movimentos, aos 5 minutos, Iago cruzou com perigo, Nicolas Careca desviou no primeiro pau e a bola saiu pelo outro lado, pela linha de fundo. Em seguida, Wesley tentou após passe de Careca e foi travado na hora do chute por Gabriel.

Com 9 de futebol, o Atlético respondeu com cruzamento da esquerda, houve o desvio do atacante na grande área e o goleiro Vitor fez boa defesa, sem dar rebote. Aos 11, o Grêmio ganhou um escanteio pelo lado canhoto do campo. Nicolas Careca desviou no primeiro pau e a bola caprichosamente acertou a trave.

O Tricolor seguia melhor e Batista, com 22 minutos, criou a chance abrindo espaço, mas finalizou cruzado pela linha de fundo. No lance seguinte, Iago investiu pela esquerda, chutou cruzado pra área, Cleiton deu rebote na bola segurável e o Grêmio quase abriu o marcador.

Mas quem não faz, leva. O Atlético arriscou um chute de longe com Thalis e o goleiro Vitor foi pego de surpresa. Adiantado, ele saltou tarde e viu a bola passar no 1 a 0 para o Galo mineiro, aos 39 de jogo.

Grêmio não esboça reação e Galo garante vaga na final

No segundo tempo, o Atlético teve a primeira chance com Luis Guilherme. Pela esquerda, ele tentou o passe para o meio e, no desvio, Vitor espalmou para escanteio junto ao pé da trave.

O sul-africano Ty entrou no lugar de Nicolas Careca e até conseguiu impulsionar algumas jogadas. Numa delas, a bola sobrou para Batista, na entrada da pequena área, e o jogador finalizou por cima da meta defendida por Cleiton, desperdiçando a oportunidade incrível.

Em um contra-golpe, o Galo quase ampliou a vantagem em tiro cruzado. A bola passou raspando a trave do goleiro Vitor. Em uma das últimas tentativas do Tricolor, Cleiton saiu bem da meta, ficou com a bola e ainda foi atingido no rosto pelo atacante gremista. O tempo ganho se arrastou neste e em outros lances. O resultado final continuou no 1 a 0 e o Atlético-MG chega em sua segunda decisão de Brasileirão sub-20. Em 2009, havia sido vice para o Grêmio, bicampeão do torneio.

VAVEL Logo

Atlético MG Notícias