Mancuello é oficialmente apresentado no Flamengo
Mancuello com a camisa do Flamengo na apresentação. Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Federico Mancuello custou aos cofres do rubro-negro R$ 12 milhões por 90% dos seus direitos econômicos em um contrato de 4 anos, após o treino da manhã desta sexta-feira (15/01) o meia argentino foi oficialmente apresentado em Mangaratiba, onde o time esta fazendo sua pré-temporada. Ainda em espanhol, deu sua primeira entrevista oficial e fez questão de exaltar a grandeza do seu novo clube:

“Perdão, nesta primeira vez vou falar em espanhol. Prometo aprender português rapidamente. Gosto de desafios grandes, penso que estava há muito tempo no Independiente, clube do qual sou torcedor, que toda minha família ama. Mas eu necessitava dar um grande passo na carreira. Quero agradecer à diretoria do Flamengo por todo o esforço, ao Uriel Pérez, meu representante, ao Leo Rabello (empresário). O Flamengo é muito grande, tem a maior torcida do mundo. É um grande passo na minha carreira” – Disse o “hermano”, que usará a camisa 23.

Questionado sobre o motivo de ter escolhido o numero 23, Mancuello respondeu:

“Joguei com numero 23 no Independiente, foi o que usei quando saí campeão da Copa Sul-Americana em 2010, e esse número (de vitórias sobre o rival de Avellaneda) é a diferença de clássicos que temos contra o Racing.”

Mancu, como gosta de ser chamado, se apresentou como um jogador versátil, mas contou que prefere jogar como segundo homem do meio-campo:

“Já joguei em muitas posições. Na seleção fui quase atacante. Gosto de segundo homem do meio. Posso desenvolver o futebol em diversos setores do campo.”

Ele também comentou sobre sua amizade com o compatriota Canteros:

“Sempre fomos rivais, porque ele jogava no Vélez, e eu, no Independiente. Mas já jogamos juntos na seleção argentina sub-20.”

Falou sobre sua convocação para a seleção de seu país:

“Vivi momentos muito lindos na seleção, estive na lista de 30 jogadores pré-selecionados para a Copa América. Quero voltar à seleção, mas primeiro tenho que fazer as coisas bem no Flamengo.”

Outro jogador citado por Mancu foi o peruano Paolo Guerrero:

Gosto muito de futebol, conheço Paolo há muito tempo por vê-lo jogar. Não vou descobrir nada de novo, é um grande jogador, dos atacantes mais importantes do mundo e está acompanhado de outro grande atacante, que é o Sheik. Esperamos ajudar Sheik e Paolo a fazer gols e para que seja um ano bom para todos.” – Finalizou, Mancuello.

O jogador, que completa 27 anos em março, ficou parado por 2 meses por conta de lesão, está cheio de vontade de jogar e chega para ser titular e tentar ajudar o Flamengo em um dos grandes problemas que a equipe teve em 2015, a falta de criatividade do meio de campo.

VAVEL Logo