Torcidas do Inter, Popular e Nação Independente são proibidas de frequentar estádios por 90 dias
Foto: Henrique König / VAVEL Brasil

Uma confusão envolvendo duas torcidas organizadas do Internacional gerou punição para as mesmas. Antes da partida diante do Avaí, no Beira-Rio, Guarda Popular e Nação Independente entraram em confronto. A medida válida para as duas organizadas é a probição de faixas, instrumentos e uniformes que as identifiquem nos estádios pelo período de 90 dias, ou até que todos os envolvidos sejam apontados.

A confusão, com a utilização de paus e pedras por membros das organizadas, ocorreu nesta quarta-feira (17), na Avenida Borges de Medeiros, em ponto próximo ao Parque Marinha do Brasil. O saldo da briga generalizada foi de dois levados ao Hospital de Pronto Socorro. Eles foram atendidos e liberados em seguida.

Foram identificados, até agora, nove torcedores maiores de idade e dois menores, que estão proibidos de frequentar estádios e precisarão ir à delegacia nos horários de jogos do Internacional.

O Juizado do Torcedor aceitou o pedido do Ministério Público pela medida cautelar, que cria sanções aos torcedores envolvidos e às duas organizadas. A Guarda Popular já estava sob medida cautelar por conta de confusão antes do Gre-Nal de 23 de novembro do ano passado. A punição foi ampliada recentemente por conta das férias do futebol, que enxugariam as sanções pelo calendário vazio em jogos.

Outra briga envolvendo as duas organizadas, a Popular e a Nação Independente, foi registrada em julho de 2014, em tarde em que o Internacional enfrentou o Flamengo no Beira-Rio. Na ocasião, a confusão ocorreu em um posto de gasolina e resultou em distruição parcial do mesmo.

No Beira-Rio, o próximo compromisso colorado é no sábado (20), às 17h, em partida contra o Cruzeiro-RS, pela 5ª rodada do Campeonato Gaúcho. Bem na tabela da Copa Sul-Minas-Rio, ao assumir a liderança, o Internacional busca melhorar de posição no Gauchão. Atualmente, é o quinto colocado com 8 pontos ganhos.

VAVEL Logo