Clássico dos Milhões: apesar de freguesia recente, Fla leva vantagem geral diante do Vasco

Um dos grandes clássicos do futebol carioca – e também do país, escreverá mais um capítulo de partidas memoráveis e inesquecíveis neste domingo (24). Flamengo e Vasco se enfrentam às 16h, horário de Brasília, na Arena Amazônia, em Manaus, em jogo único válido pela semifinal do Campeonato Carioca.

Com partidas datadas ainda na década de 20, o Clássico dos Milhões registra inúmeras estatísticas interessantes e períodos longos de invencibilidade. Atualmente, o Vasco se mantém hegemônico em confrontos diretos diante do Flamengo: são oito jogos sem perder para o maior rival desde 2015, com cinco vitórias e três empates. Porém, apesar do retrospecto atual desfavorável, a equipe dirigida hodiernamente por Muricy Ramalho leva vantagem contra o clube de São Januário.

Segundo registros dos embates desde 1923 até o presente ano, Vasco e Flamengo já se enfrentaram 305 vezes, com 116 vitórias rubro-negras, 91 empates e 98 triunfos alvinegros. O Fla também leva vantagem em gols marcados, com 400 feitos no total contra 374 sofridos.

Porém, não é necessário voltar tanto no tempo para demonstrar o retrospecto favorável ao Flamengo no Clássico dos Milhões. Antes do atual período sem derrotas, que começou em abril de 2015, o Vasco não vencia o Fla desde o mesmo mês, mas em 2012, quando derrotou o Rubro-Negro pro 3 a 2. Na ocasião, Eder Luis e Felipe – duas vezes, marcaram para o Gigante da Colina, enquanto Kléberson e Vágner Love descontaram para o Fla.

Felipe decidiu o clássico para o Gigante da Colina em 2012 (Foto: Divulgação/Vasco da Gama)
Felipe decidiu o clássico para o Gigante da Colina em 2012 (Foto: Divulgação/Vasco da Gama)

Após aquela semifinal da Taça Rio, foram dez partidas de invencibilidade para o Flamengo, com cinco vitórias e cinco empates. O confronto mais marcante deste período foi na final do Carioca de 2014, quando com gol de Márcio Araújo no fim do segundo tempo, o Fla conseguiu o empate e por ter melhor campanha na fase de grupos, se consagrou campeão mesmo com a igualdade no placar. Confira o lance irregular que garantiu mais um titulo estadual para o Rubro-Negro:

Há pouco menos de 10 anos, Fla conquistava o bi da Copa do Brasi em cima de seu maior rival

Impossível elaborar um retrospecto do clássico sem mencionar a final da Copa do Brasil de 2006 entre as equipes. As duas partidas foram as mais importantes em âmbito nacional no Clássico dos Milhões, levando em conta a última década.

Comandados por Ney Franco e Renato Gaúcho, respectivamente, Flamengo e Vasco fizeram o primeiro jogo no dia 19 de julho. Escalado com nomes importantes como Léo Moura, Ronaldo Angelim, Renato Abreu e Renato Augusto, o Rubro-Negro conseguiu furar o sistema defensivo vascaíno – que contava com Jorge Luiz, Fábio Braz na zaga; Ives e Andrade de volantes, em duas oportunidades, com gols dos artilheiros Obina e Luizão.

No confronto de volta, decidido uma semana depois, as equipes titulares tiveram poucas alterações em relação ao jogo anterior. Mas assim como no 2 a 0, o Flamengo manifestou sua superioridade e venceu novamente, com gol do lateral-esquerdo Juan, ainda no primeiro tempo, confirmando o título da Copa do Brasil para o Rubro-Negro, torneio conquistado anteriormente em 1990.

Nomes importantes do bi da Copa do Brasil, Léo Moura e Renato Abreu erguem a taça após vitória diante do Vasco (Foto: Divulgação)

A expectativa para o clássico deste fim de semana é a melhor possível. Comandados por um esquema tático interessante de Muricy Ramalho, o Flamengo tenta acabar com a seca de vitórias mais uma vez. A motivação é ainda maior visto que a equipe só avança às finais caso vença, devido à melhor campanha do Vasco no decorrer do Carioca. Que seja uma partida com jogadas de efeito, muitos gols, emoção e pouca interferência negativa da arbitragem.

VAVEL Logo