Dal Pozzo segue no Náutico e comanda primeiro treino após ser eliminado do Pernambucano
Gilmar Dal Pozzo comanda treino alvirrubro (Foto: Divulgação/Náutico)

O técnico do Náutico, Gilmar Dal Pozzo, não se sentiu abalado com as repercurssões sobre sua possível demissão e seguiu realizando seu trabalho na tarde desta terça-feira, no CT alvirrubro. Após uma segunda-feira repleta de especulações, e até mesmo algumas afirmações sobre sua saída do clube, o treinador segue à frente do Timbu.

O retrospecto de Dal Pozzo no comando do Timbu é positivo: foram 28 jogos, com 15 vitórias, 7 empates e 6 derrotas, totalizando 62% de aproveitamento. Este ano, conseguiu a primeira colocação na fase de grupos do estadual.

Os fatores que pesam para a demissão do treinador, porém, são as eliminações no Campeonato Pernambucano, na semifinal, para o Santa Cruz, e na Copa do Brasil, ainda na primeira fase, para o Vitória da Conquista. Além disso, a queda de rendimento da equipe no final da Série B do ano passado, quando perdeu a chance de acesso contra equipes com a situação já definida na competição, também faz peso na balança.

Alguns jogadores, como Rodrigo Souza e Esquerdinha, defenderam o técnico e aliviaram dele a culpa pelas seguidas eliminações. Rodrigo disse que "Dal Pozzo tem a nossa confiança", enquanto Esquerdinha trouxe para o elenco a culpa nos maus resultados: "A grande culpa é dos jogadores, que deixaram a desejar, mas sempre cai na conta do treinador", disse o meia.

O diretor de futebol alvirrubro, Marcílio Sales, afirmou que a discussão sobre o cargo de Dal Pozzo está acontecendo nos Aflitos, mas que ainda não há uma decisão. "Não tem decisão final. Nós nunca demitimos ele", afirmou Marcílio. "Se isso chegar a acontecer, vamos chamar Dal Pozzo para falar, porque ele merece".

Uma reunião da cúpula alvirrubra deve acontecer ainda na noite desta terça e, entre outros assuntos, deve ser definida a situação de Dal Pozzo. Outra pauta é uma possível lista de dispensa de nomes do ataque alvirrubro, que não vem rendendo nas últimas partidas.

Sobre a reformulação no ataque, Marcílio Sales falou: "É nossa prioridade para o Campeonato Brasileiro. Temos conversas adiantadas com três ou quatro jogadores, mas temos que esperar os fins das competições que eles estão disputando". O diretor, porém, não destacou mudanças em outros setores da equipe: "Estamos observando outras posições também. Sabemos da necessidade de mais um  zagueiro, um volante. Não estamos parados", finalizou.

Se o técnico não saiu, quem não faz mais parte da cúpula diretiva da equipe alvirrubra é Alexandre Faria, executivo de futebol. Após pouco mais de 100 dias no cargo, Faria deixa o cargo de dirigente após rusgas com outros diretores na condução dos assuntos por trás dos bastidores. Segundo o ex-gestor do Timbu, a decisão é irrevogável e o foco agora é encontrar um substituto.

O próximo confronto do Náutico ocorre no dia 4 de maio, quarta-feira, às 19h30, no Cornélio de Barros. Na ocasião, o Timbu enfrenta o Salgueiro pelo terceiro lugar do Campeonato Pernambucano, valendo vaga na Copa do Nordeste 2017. O jogo da volta vai acontecer no sábado (07), às 18h30, na Arena Pernambuco.

VAVEL Logo