Robinho acredita que Atlético-MG tem leve vantagem para jogo de volta com Racing

Em um jogo muito aberto e com boas chances de gols, Racing e Atlético-MG não saíram do zero na noite desta quarta-feira (27), no estádio El Cilindro, em Buenos Aires, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. O atacante Robinho, um dos destaques do time mineiro, analisou o empate com os argentinos e acredita que o Galo volta ao Brasil com uma leve vantagem para o duelo da volta, em Belo Horizonte/MG.

Fora de casa o empate não é ruim. Tivemos oportunidade de fazer gols, não é melhor para ninguém o resultado. Temos que ter uma postura boa em casa. Na teoria, é mais favorável para o Atlético, já que vamos jogar em casa, diante do nosso torcedor. Mas, na prática, sabemos que teremos de correr muito no jogo da volta. É isso que vamos procurar fazer, para buscar a classificação em casa”, disse.

Agora, o Atlético irá decidir em casa, no Independência, na quarta-feira (4) que vem, a classificação à próxima fase. A equipe mineira precisa vencer para poder chegar às quartas de final, enquanto um empate com gols classifica o Racing. Caso haja outro 0 a 0, a vaga será decidida nas cobranças de pênaltis.

Após criar duas boas chances de gol na segunda etapa, Robinho deixou o campo aos 36 minutos para dar lugar ao equatoriano Cazares. No banco de reservas, o camisa 7 foi flagrado massageando a coxa direita. Ele explicou: “Logo no começo do jogo, tomei um tostão, uma paulistinha. Está doendo bastante, mas acho que não é nada que me impeça de jogar as próximas partidas”.

Antes de voltar a duelar com o Racing, o Galo enfrentará o América-MG, no domingo (1º), às 16h, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. O jogo da decisão, segundo a diretoria do clube alvinegro, será realizado no Mineirão.

VAVEL Logo