Após homenagem à Chapecoense, Jair Ventura anuncia a renovação com Botafogo
Foto: Reprodução/Twitter

Após as atividades realizadas em General Severiano, na manhã desta sexta (2), Jair Ventura apareceu para a coletiva de uma forma diferente. A sala de imprensa estava decorada com a bandeira da Chapecoense e o técnico também estava com a camisa do clube.

O treinador lamentou a tragédia com o avião, lamentou por todas as vítimas, em especial por Caio Junior, em 2011 trabalharam juntos: "Só guardo boas recordações, ele é um cara do bem, maravilhoso".

O comandante se mostrou muito sentido e abalado por ser uma realidade muito próxima. Lembrou ainda do jornalista Guilherme Marques, que estava produzindo uma matéria especial no clube, e prometeu tentar estar presente no velório.

"A gente sabe que o momento é de tristeza, mas a gente tem que ser solidário, quero dar um abraço nos familiares. A gente não precisava conhecer ninguém e trabalhar com ninguém para sentir a perda, você se põe na situação. A gente viaja toda semana, e vamos ter que continuar. Vai ser difícil esquecer isso. É complicado. Quero estar presente amanhã, sim, e tentar confortar os familiares", disse.

Apesar das perguntas sobre o acidente, Jair também foi questionado sobre sua situação contratual, não se esquivou e afirmou que está tudo acertado. Devido ao destaque no time e à boa fase comandando o elenco alvinegro, o Botafogo já caminhava para a efetivação. 

"A diretoria já me procurou, Cacá Azeredo também. A gente já está acertado. Agora é focar e, depois que assinar, eu dou mais detalhes", afirmou.

Após a saída de Ricardo Gomes, Jair recebeu um aumento para continuar o trabalho. Atualmente, seu contrato é apenas de funcionário, sem prazo de validade ou multa rescisória, a intenção é firmar cláusulas contratuais normais a todos os treinadores.

Comentou ainda sobre o elenco para o ano que vem, revelou a vontade de permanecer com Neilton, que foi liberado por estar suspenso da última rodada. Confirmou o interesse do Alvinegro em Montillo e disse que vem acompanhando o trabalho do argentino.

Homenagem em General Severiano

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

As homenagens do clube para a Chapecoense não param. Pela primeira vez na história do Botafogo, seu mascote, o Manequinho, amanheceu com outra camisa sem ser a alvinegra.

O Manequinho está localizado em frente a sede de General Severiano. A popular estátua virou mascote, quando amanheceu com a camisa alvinegra após a conquista do Carioca de 1957. Desde então é tradição, toda manhã após qualquer título do Glorioso, a estátua é vestida com o uniforme da equipe. No entando, hoje foi diferente em mais um gesto de respeito a todas as vítimas da tragédia.

VAVEL Logo