Renato destaca confiança no Grêmio para final: "Meu grupo está preparado"
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O técnico Renato Gaúcho concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (6), às vésperas do jogo decisivo da final da Copa do Brasil 2016. Após o último treino antes da finalíssima, o treinador gremista afirmou que os trabalhos físicos e táticos estão encaminhados. Sobre o ânimo e a vontade do grupo de gremistas, Renato também se mostrou tranquilo com a motivação passada aos demais. O Grêmio traz a vantagem da vitória fora de casa por 3 a 1 sobre o Atlético-MG e decide o título da Copa do Brasil às 21h45 desta quarta-feira, na Arena do Grêmio lotada.

"Cada um precisa colocar a sua cabeça no travesseiro e pensar nas coisas boas que podem acontecer com o título. Após a tragédia, não podemos deixar a torcida triste mais uma vez. Não vai faltar luta, determinação e vontade. Teremos praticamente 60 mil pessoas na nossa Arena e o Grêmio quer ser campeão. Temos muitos atletas que nunca deram uma volta olímpica e eu passo isso pra eles. É bom profissionalmente pra eles e, acima de tudo, eles podem entrar para história do clube. Isso não tem dinheiro que pague. Serão lembrados pelos filhos, pelos netos. Não tem dinheiro que pague. Podem ter certeza que todos eles ouviram bem e pensam da mesma forma. É desse jeito que vamos buscar esse título, com o grupo fechado e querendo. Eles querem e sabem da responsabilidade que eles têm."

"Meu time está bem focado, está bem unido, eles sabem da responsabilidade e como podem deixar a torcida feliz. O chefe, o comandante sabe quando o grupo quer buscar o título. Sobre a ansiedade, vamos ter mais uma conversa esta noite", comentou Renato Gaúcho, que também elogiou a qualidade do Atlético Mineiro, mas frisou a preparação de seu grupo de jogadores.

Portaluppi pregou respeito ao adversário e abordou o bom recebimento da torcida gremista em Minas Gerais. O técnico espera uma igual postura dos gaúchos com a vinda da delegação e dos torcedores mineiros.

"Fomos bem recebidos em Belo Horizonte, contra o Cruzeiro e contra o Atlético. A torcida se comportou bem, com educação. Espero a torcida assim, da mesma forma, em boa recepção, com o ônibus do Atlético, até porque isso não tem mais espaço. O Atlético também teve mais tempo para trabalhar. Eu falo que é uma partida de 180 minutos, faltam mais 90. O Atlético precisa tirar a desvantagem. Indiferente de como eles vão jogar, temos o respeito pelo adversário. Meu grupo sabe o que deve ser feito, temos o respeito, mas pode ter certeza que eles também têm o respeito pelo Grêmio".

Renato destacou a chance do primeiro título na Arena do Grêmio. Segundo ele, um dos mais belos estádios brasileiros. O técnico ainda avaliou que sempre gostou do método de mata-mata. "O mais importante de tudo é o nosso objetivo de conquistarmos. Está engasgado um título desse porte", completou.

VAVEL Logo