Pedro Abad garante estar decidido sobre caminho do Fluminense: "Estamos trabalhando duro"
Foto: Divulgação/Fluminense FC

Na noite desta terça-feira (20), Pedro Abad assumiu a presidência do Fluminense definitivamente para os próximos três anos. A cerimônia foi realizada no Salão Nobre, na sede do clube, em Laranjeiras. Candidato da Flusócio e representante da chapa "Somos Fluminense", Abad foi eleito com 51% dos votos na eleição realizada no fim do mês de novembro.

Após receber o bastão de Peter Siemsen e tornar-se o 38º presidente da história do Fluminense, Pedro Abad atendeu a imprensa e respondeu as perguntas sobre o futuro do clube. O novo presidente do clube falou sobre os planos para o futebol.

"Já demos alguns passos importantes, já readequamos a função do Marcelo Teixeira, trouxemos o Alexandre Torres e um técnico de ponta que é o Abel (Braga). Ainda tem mais gente para estruturar o departamento de futebol profissional e base, de forma integrada os dois. Temos diversas tratativas em andamento. O que posso garantir ao torcedor é que estamos trabalhando duro e já estamos muito certo para onde o Fluminense tem que andar, qual que vai ser o elenco e que ele traga alegrias, vitórias e títulos, que é a vocação do Fluminense", afirmou.

Antes de tomar posse como presidente, Pedro Abad já havia dito que o Fluminense buscaria pelo menos quatro reforços para o elenco. O novo mandatário do clube esclareceu que ambos seriam para ser titulares e que, dependendo de quem saia, poderá ter alguns reforços pontuais para compor elenco.

"Certamente para ser titulares. Pode ser que uma ou outra posição a gente também traga jogadores para compor elenco, mas depende de quem sai. A priori esses quatro jogadores são para ser titulares", revelou.

Melhor jogador do Fluminense em 2016, Gustavo Scarpa chamou a atenção do atual campeão brasileiro, o Palmeiras. Com contrato até 2019 e próximo de assinar a renovação até 2021, o jogador ainda não tem certeza sobre o futuro no clube. Entretanto, Abad garantiu que irá resolver a situação em breve.

"Acredito que em breve isso vai se resolver e o Scarpa vai estar treinando conosco da mesma forma como sempre se empenhou quando vestiu a camisa do Fluminense dentro de campo", explicou.

Confira a entrevista coletiva na íntegra:

Futebol

"Já demos alguns passos importantes, já readequamos a função do Marcelo Teixeira, trouxemos o Alexandre Torres e um técnico de ponta que é o Abel (Braga). Ainda tem mais gente para estruturar o departamento de futebol profissional e base, de forma integrada os dois. Temos diversas tratativas em andamento. O que posso garantir ao torcedor é que estamos trabalhando duro e já estamos muito certo para onde o Fluminense tem que andar, qual que vai ser o elenco e que ele traga alegrias, vitórias e títulos, que é a vocação do Fluminense"

Maior desafio

"Sem dúvidas a parte financeira é um desafio. Ninguém esperava que em seis anos tudo fosse se resolver. A verdade é que hoje temos uma base mais sólida para construir um novo Fluminense. Temos também outros desafios igualmente relevantes, como a própria reconstrução da identidade do Fluminense no futebol. A construção de uma nova filosofia de fazer futebol é um desafio que ao mesmo tempo que é encantador e extremamente difícil,  mas tenho a consciência que temos um corpo de profissionais hábil tanto no futebol quanto no financeiro"

Realidade financeira

"O Fluminense está sempre se esforçando para gastar melhor. Mais importante que gastar mais, é gastar melhor. É o que eu chamo de 'tiro certo'. Vamos na posição exata, que precisa, em jogadores que sabemos que vai render e a torcida vai gostar. Gastar milhões num jogador que não sabemos se vai ter retorno não está na política do Fluminense. Vamos prezar pelo retorno e cada real que investimos"

Gustavo Scarpa

"Acredito que em breve isso vai se resolver e o Scarpa vai estar treinando conosco da mesma forma como sempre se empenhou quando vestiu a camisa do Fluminense dentro de campo"

Reforços

"Certamente para serem titulares. Pode ser que uma ou outra posição a gente também traga jogadores para compor elenco, mas depende de quem sai. A priori esses quatro jogadores são para serem titulares"

Posições mais necessitadas de reforços

"Chegamos sim (a discutir sobre as posições). Falar quais são essas posições pode gerar insatisfação, ciúmes ou algo assim. Enfim, a gente pretende guardar isso para apresentar aos torcedores quando os nomes já estiverem prontos"

Momento financeiro do clube e contratação de ídolos

"O momento financeiro não necessariamente atrapalha em trazer ídolos. Tem muitos jogadores que a torcida vai gostar, vai ouvir o nome e ficar muito satisfeita. A condição de ídolo ela se constrói também dentro de campo, com histórico longo dentro do clube. As vezes jogadores de muito nome chegam e não se identificam com a torcida. Temos hoje o Gustavo Scarpa que é extremamente identificado. Ídolos também se constrói."

Maracanã

"Existem empresas que estão tentando assumir a concessão do Maracanã. Qualquer desses parceiros o Fluminense está pronto para ouvir, saber quais são as intenções e eventualmente fazer alguma parceria. O Fluminense não fecha a porta para ninguém desde que este saiba da grandeza do clube e que deve ter seus interesses respeitados"

VAVEL Logo