Claudinei releva empate no clássico e aponta marcação do Figueirense como determinante
(Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)

O técnico Claudinei Oliveira analisou o empate do Avaí diante do Figueirense, em clássico de Florianópolis realizado por mais uma rodada, a sétima do primeiro turno do Campeonato Catarinense 2017. Com a igualdade e mais um ponto somado no estádio da Ressacada, o time avaiano manteve a invencibilidade com cinco vitórias e dois empates, e agora está a uma vitória da conquista da primeira metade da competição estadual.

"A gente vem jogando bem quase todos os jogos, hoje pode ter sido pela marcação diferente. O Figueirense começou e terminou o jogo com três volantes, deu volume e proteção ao meio. O nosso Marquinhos participou pouco do jogo por essa marcação forte. Jogamos muito por dentro e muitos passes errados. Foi mérito da marcação do Figueirense que nos deu dificuldade a jogar."

O técnico manteve o discurso de que a marcação do Figueira foi o principal fator determinante do jogo e do resultado de igualdade em 0 a 0. Pelo retrospecto positivo no campeonato, com a liderança assegurada, Claudinei mostrou uma postura tranquila na coletiva de imprensa.

"A gente somou um ponto e não tomamos gol. Empatamos em casa, mas vencemos outros jogos fora. Quando você erra mais, você corre mais também. Renato não foi bem, mas é um menino de 21 anos e com um clássico, então pesa", completou no apontamento de erros da equipe, mas ao mesmo tempo minimizando o fato de não sair com a vitória na quarta-feira (22).

No próximo compromisso pelo Campeonato Catarinense, o Avaí enfrenta o Almirante Barroso fora de casa, no sábado, às 16h30. A vitória confirma o título do primeiro turno ao Leão da Ilha. O time da capital tem 17 pontos na ponta da tabela, enquanto o segundo colocado Brusque tem 12 e a terceira posição é da Chapecoense, que soma 11 pontos.

VAVEL Logo