Novo Hamburgo bate São Paulo-RS, mantém 100% e tem melhor início na história do Gauchão
(Foto: Divulgação / E.C. Novo Hamburgo)

O São Paulo de Rio Grande recebeu o Novo Hamburgo na abertura da 5ª rodada do Campeonato Gaúcho, no estádio Aldo Dapuzzo, na cidade noiva do mar. O líder Nóia segue imbatível e fez 2 a 1 sobre os donos da casa. Os gols do Novo Hamburgo foram marcados pelos meias Conrado e Jardel, além do quarto tento do artilheiro João Paulo no torneio estadual. O gol do Leão foi de Leandro Rodrigues.

O Nóia do técnico Beto Campos dorme muito líder com 15 pontos contra 10 do Caxias. O Grêmio também pode chegar no máximo a 10 pontos. Já o São Paulo é 6º colocado com 5 pontos e pode perder posições ao longo da rodada, com a classificação entre os oito primeiros ameaçada.

Jogo movimentado e empate na etapa inicial

O Novo Hamburgo iniciou com chegada, mas Luanderson apareceu na hora certa para salvar na finalização da equipe anilada, que vinha com Jardel. Leandro Rodrigues e Cleverson equilibraram as ações e arriscaram a gol pelo São Paulo, mas a bola saiu, primeiro por cima e, após, à direita da meta.

Juninho, do Nóia, recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo. Mas a defesa do São Paulo saiu jogando errado, o meia Conrado roubou a bola aos 21 minutos e tocou com categoria na saída do arqueiro Roballo: 1 a 0 aos anilados em plena casa do Leão.

Sem desistir, o São Paulo tentou a resposta imediata em nova finalização de Leandro Rodrigues, mas o goleiro Mateus, no centro da meta, defendeu firme. Uma das alternativas recorrentes era a presença de Cleverson pela ponta esquerda, mas o jogador chutou mal e mandou direto para fora mais uma vez. Já do outro lado, na tentativa de ampliar, o artilheiro João Paulo mandou a bola próxima da meta e ela passou pela linha de fundo.

Júlio Santos cometeu uma falta forte no atleta do São Paulo, Chico, e poderia até ser expulso, mas o árbitro atribuiu o cartão amarelo ao zagueiro do Novo Hamburgo. Era o lance que encerrava o primeiro tempo, mas o gol do Leão do Parque pintou no último momento, em escanteio a 48 minutos. Cabeçada de Leandro Rodrigues na cobrança do corner e 1 a 1 no placar.

Novo Hamburgo segura na defesa e é letal no ataque

Na arrancada do segundo tempo, o São Paulo criou boas chances. Leandro Rodrigues errou uma tentativa com a forte marcação e, na sobra, Cleiton despachou pela linha de fundo e desperdiçou a oportunidade da virada do Leão.

Em nova investida com Leandro Rodrigues, o zagueiro Pablo fechou a porta pelo Novo Hamburgo e livrou o perigo. O Leão seguia melhor na partida, rondava a grande área, mas não conseguia fazer a massa rubro-verde rugir novamente no Aldo Dapuzzo.

Mas quem não faz, o ditado diz que leva. Jardel aproveitou chegada forte do Nóia e desviou dentro da pequena área, com facilidade em nova falha gritante dos defensores do Leão: 2 a 1 ao líder do Gauchão 2017.

O São Paulo chegou a 12 escanteios na partida, com 33 minutos de segundo tempo, mas a bola custava em não entrar. Até de calcanhar os jogadores tentaram, mas a defesa rechaçava de todas as maneiras. Do outro lado, Assis cobrou uma falta direto para o gol e o goleiro Roballo espalmou para escanteio.

Uma das últimas chances do Sampa foi uma cabeçada do zagueiro Cleylton, em mais uma bola parada, mas o toque foi pela linha de fundo. Léo Carioca entrou na zaga do Nóia para o lugar do atacante Branquinho, na clara intenção de segurar a vantagem. E não só veio a segurança, como veio a ampliação: o artilheiro João Paulo deixou o dele aos 48 minutos ao passar pela zaga e fez 3 a 1. Quarto gol dele no Campeonato Gaúcho e liderança sobrando para o time do Vale dos Sinos.

VAVEL Logo