Ezequiel celebra bom momento do Cruzeiro e garante usar folga de Carnaval para descansar
Ezequiel afirma que não irá esquecer da parte física durante descanso do Carnaval (Foto: Matheus Adler/VAVEL Brasil)

Titular com o técnico Mano Menezes nas primeiras partidas da temporada, o lateral-direito Ezequiel participou ativamente da boa atuação do Cruzeiro nestes sete primeiros jogos, nos quais a Raposa venceu seis e empatou um. Tamanho esforço será recompensado neste Carnaval, com os quatro dias de folga para o elenco.

Ezequiel vai fugir de todo o agito do Carnaval e irá passar os quatro dias de recesso em Treze de Maio/SC, sua cidade natal. Apesar do descanso, o lateral-direito não vai esquecer da parte física, já que na quinta-feira (2) a Raposa joga contra a Caldense, às 20h30, no Mineirão, pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro.

“Uma folga boa, que estávamos precisando. É aproveitar bem, descansar. Eu, particularmente, vou para a minha cidade e ficar com minha família, que é o que mais gosto. Quem quiser viajar aí que aproveite com responsabilidade, porque na quinta-feira que vem já teremos jogo. O Dudu [preaparador físico] nos passou uma programação para o Carnaval. Ficar quatro dias só parado também é ruim. Alguma atividade a gente vai fazer sim”, disse o jogador.

A equipe celeste retornará da folga pensando em retomar a liderança do Estadual. Para ficar na ponta da tabela ao fim da rodada, a Raposa precisa torcer por um tropeço do Atlético-MG, neste sábado (25), diante do Democrata-GV, e vencer a Caldense. Apesar de viver bom momento na temporada, Ezequiel quer a equipe em um nível ainda mais elevado pela frente.

“O Cruzeiro quando entra em campo, entra para vencer. O jogo da quinta-feira, contra a Caldense, será difícil. Vamos tentar buscar a vitória para conquistarmos os três pontos novamente. Temos que olhar o nosso lado, continuar com o espírito de competitividade entre nós para elevar o nível da equipe, cada um se cobrar ao máximo e fazer o seu melhor”, declarou o lateral-direito.

Ezequiel começou 2017 assim como terminou 2016: em alta. O jogador, mesmo com a concorrência de Mayke, prata da casa, se consolidou na lateral direita e tratou de agradecer a confiança do elenco, do torcedor e da comissão técnica. No entanto, o jogador garante: há muito o que evoluir.

“Só tenho que agradecer ao torcedor, à comissão técnica e aos jogadores. Eles têm me passado muita confiança e estou me sentindo muito bem. O entrosamento está acontecendo durante os jogos e estou muito contente. Claro que tenho que melhorar em muitas coisas. Me cobro bastante para evoluir ainda mais. Devagar o time também vai se ajeitando”, concluiu.

VAVEL Logo