Em situações distintas, Sport e Náutico fazem primeiro Clássico dos Clássicos de 2017
Foto: Williams Aguiar/Sport

O Carnaval mal acabou e o Campeonato Pernambucano 2017 já está de volta. Na noite desta quarta-feira (1º) de Cinzas, Sport e Náutico se enfrentam no primeiro Clássico dos Clássicos da temporada, na Ilha do Retiro, às 21h45 em jogo válido pela 5ª rodada do Hexagonal do Título. Em momentos opostos na temporada, as equipes duelam pelo clássico centenário tentando maior afirmação para as torcidas.

Ainda invicto neste ano, mesmo sem empolgar o torcedor, o Leão está na vice-liderança e soma oito pontos. Na Copa do Nordeste, é líder do Grupo C e se aproxima cada vez mais da vaga nas quartas-de-final, que se deu após a vitória diante do Ríver-PI, no último sábado (25), longe de casa.

O Timbu, por outro lado, vive um panorama bem diferente. Atuações e produtividade abaixo do esperado fizeram os alvirrubros ficar distante da classificação no Nordestão, enquanto que a esperança de avançar à semifinal no Estadual é maior devido ao baixo nível técnico. Em quatro partidas disputadas, foram duas vitórias, um empate e uma derrota, o que o deixou na 3ª posição e com sete pontos ganhos.

Sport vai com time reserva para clássico

O ano ainda está no início, chegando ao terceiro mês, mas o Sport fará o segundo clássico de 2017 nessa quarta-feira (1º) contra o Náutico na Ilha do Retiro. Para a partida, o treinador do Leão confirmou que vai a campo com time reserva, decisão acertada após a vitória sobre o Ríver-PI pela Copa do Nordeste.

Por conta dessa definição, quem volta a ganhar espaço entre os 11 dos rubro-negros é o goleiro Agenor. Com situação diferente de 2016, por ter perdido todas as partidas, o camisa 1 não sabe o que é perder, tal qual o restante do grupo. Para garantir a confiança da torcida, o atleta acredita que o rodízio e a oportunidade lhes deixam mais à vontade.

Agenor chegou ao Leão em 2016 e vem ganhando chances em 2017 (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Agenor chegou ao Leão em 2016 e vem ganhando chances em 2017 (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"Goleiro é questão de sequência. Entrar num jogo, ficar parado, depois entrar novamente é complicado, mas este ano está sendo diferente. Já estou mais adaptado ao Sport. Com essas oportunidades, a gente pega ritmo e isso me dá mais confiança para, quando for solicitado no time de cima, estar bem adaptado e com mais ritmo, facilitando as coisas", declarou o arqueiro.

Mesmo com as peças que vão a campo em mente, o técnico leonino vê uma indefinição de última hora para definir quem jogará. Formado nas categorias de base do clube, o volante Thallyson teve uma torção no tornozelo esquerdo nessa segunda-feira (27) e virou dúvida. Fabrício, que estava entre os suplentes, pode ser o substituto.

Náutico com mudanças diante do Sport

Visando a primeira vitória em clássicos e querendo embalar em 2017, o Náutico tem mudanças para a partida diante do Sport em relação ao time que empatou com o Campinense na Copa do Nordeste. Jefferson Nem, que foi muito criticado, Alison e Giovanni, antes titulares, perdem vaga para Dudu, Giva e Manoel, respectivamente.

O lateral-esquerdo, inclusive, é formado na base alvirrubra e agradou Milton Cruz. Por ter atuado nos últimos 45 minutos com o Belo Jardim, o atleta reconhece a necessidade de melhorar pela sequência de jogos, pois pede que a torcida confie no seu potencial devido ao seu esforço em campo.

Formado na base alvirrubra, Manoel segue como titular pelo segundo jogo seguido (Foto: Léo Lemos/Náutico)
Formado na base alvirrubra, Manoel segue como titular pelo segundo jogo seguido (Foto: Léo Lemos/Náutico)

"Acho que preciso melhorar na marcação, mas o resto está tranquilo, principalmente no apoio ofensivo e nos cruzamentos. Vejo esse apoio como consequência do trabalho e sei que tenho dado o meu máximo. No jogo estou me esforçando bastante e, por isso, torcedores devem estar pedindo", disse o jogador.

O Timbu ainda terá desfalque do zagueiro Adalberto, vetado por dores na coxa e deixando Ewerton Páscoa na sua posição de origem. Páscoa, inclusive, abre espaço para a volta de Rodrigo Souza na cabeça de área da equipe. O volante retorna à titularidade ao lado de João Ananias no setor de marcação após cumprir suspensão contra a Raposa, uma vez que foi punido pelo STJD.

VAVEL Logo