De virada, Atlético vence Villa Nova e amplia invencibilidade no Mineiro
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Mais uma vez Galo! O Atlético-MG recebeu o Villa Nova-MG na tarde deste sábado (4), pela sexta rodada do Campeonato Mineiro, e venceu o time alvirrubro por 2 a 1. Jogando no Independência, a equipe do técnico Róger Machado aumentou sua invencibilidade no Estadual, onde tem seis vitórias em seis jogos. Os visitantes abriram o placar com Felipe Augusto, mas Fred e Otero viraram para os donos da casa.

O triunfo deixou a equipe atleticana assegurada na ponta da tabela por pelo menos mais uma rodada. Com 18 pontos, o Galo está a cinco do Cruzeiro, que tem 13 e joga neste domingo (5) ante o América-TO. Já o Villa continua na nona colocação, mas corre o risco de terminar a rodada na zona de rebaixamento. Isso pode acontecer caso Tricordiano e America-TO vençam seus jogos, nos quais enfrentam URT e Cruzeiro, respectivamente.

Agora, o Galo vira a chave e começa a pensar na Copa Libertadores. Na quarta-feira (8), os alvinegros estreiam diante do Godoy Cruz, em Mendoza, na Argentina, às 19h30, pelo Grupo 6. Já o Mineiro, o Atlético voltará a campo na segunda-feira (13) que vem, às 20h, para enfrentar o Tupi, no Independência. Por sua vez, o Leão do Bonfim receberá o Uberlândia, um dia antes, no estádio Castor Cifuntes, às 16h.

Galo domina o primeiro tempo, mas vê Villa abrir o placar e corre atrás do empate

Fred empatou o duelo antes do intervalo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Fred empatou o duelo antes do intervalo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Líder do Campeonato Mineiro, o Atlético começou com o domínio do duelo frente sua torcida. Mesmo conseguindo trocar passes e pensar bem suas jogadas, foi em lance de bola parada, aos 6 minutos, que o Galo assustou pela primeira a meta de Fernando Henrique. Otero cobrou falta, exigindo a defesa do goleiro alvirrubro.

Novamente requisitado, Fernando trabalhou bem para os visitantes. Yago lançou Fred e Danilo, o meia finalizou, mas o goleiro do Villa chegou bem no lance para evitar o gol de Danilo. Mesmo com maior posse, o Galo pecava na objetividade, cercando a área dos adversários para tentar abrir o placar.

Do outro lado, Felipe Augusto correu para receber longo passe na área atleticana, mas a zaga alvinegra apareceu bem para fazer o corte. Furar a marcação do líder do Estadual não era fácil. Nome do Villa no primeiro tempo, Felipe Augusto recebeu passe pela esquerda e cruzou na área do Galo, procurando Rony, mas Gabriel fez o corte para a linha de fundo.  

Em seguida, na cobrança do escanteio, Lula escorou a bola de cabeça e encontrou Felipe Augusto sozinho, sem marcação na pequena área, que estufou as redes de Giovanni. Depois de ver o Galo tentar imprimir uma pressão sobre sua linha de defesa, os visitantes conseguiram inaugurar o placar no Independência em uma das poucas vezes que chegou à meta alvinegra.

Três minutos depois, Robinho cruzou na direita e encontrou Marcos Rocha, que levantou a bola na área do Villa. Danilo tocou de cabeça para Fred, que, da mesma maneira, só emendou para o gol. Artilheiro desta edição do Mineiro, o atacante igualou o placar contra o time alvirrubro ao marcar seu oitavo gol no Estadual.

Otero assegura a sexta vitória do Atlético no Mineiro e a invencibilidade da equipe

Gol de Otero deu os três pontos ao Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Gol de Otero deu os três pontos ao Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Dos pés do autor do gol do Galo no jogo até então saiu a primeira tentativa mais efetiva da equipe na etapa complementar. Robinho tocou para Fábio Santos, que conseguiu fazer o cruzamento da linha de fundo para Fred. O atacante acabou mandando a bola para fora.

A passividade dos visitantes no primeiro tempo não voltou para a segunda etapa. Pelo menos não da mesma forma. O Villa começou a tentar equilibrar mais o jogo, para não ser novamente refém do domínio do Galo. Aos 19 minutos do segundo tempo, Gladstone desviou a bola para o gol de Giovanni, em cobrança de falta, mas o zagueiro estava em posição de impedimento.

O ritmo do jogo nos minutos finais perdeu um pouco de intensidade, com as equipes se concentrando mais no meio-campo. Sem querer permitir que o Villa arrancasse um empate em sua casa, o Galo chegou à meta alvirrubra com Marcos Rocha, que fez um cruzamento fechado contra o gol de Fernando Henrique. O goleiro espalmou para fazer a defesa, e Fábio Santos ainda tentou pegar a sobra, mas foi para fora.

O Atlético chegou à virada aos 36 minutos. Cazares e Fábio Santos fizeram boa troca de passes pela esquerda, o equatoriano achou Otero sozinho, que mandou para o fundo das redes de Fernando Henrique. Dois minutos depois, Osvaldir cobrou falta, Giovanni acabou deixando a bola escapar, mas a zaga alvinegra estava atenta para afastar o perigo.

Nos minutos finais do confronto, Tchô e Leonardo Silva se envolveram em confusão, mas a situação foi acalmada pelos outros atletas. O jogador alvirrubro chamou o zagueiro atleticano de “maldoso” em lance de disputa de bola que envolveu também o volante Ralph.

VAVEL Logo